Botafogo vê Inter sair na frente, fica com um a menos e busca virada história fora de casa
Foto: Divulgação / Botafogo C.F

Teve de tudo no Beira-Rio, confusão, expulsões, polêmica de arbitragem... Mas nos descontos o Botafogo conseguiu a virada por 3 a 2 contra o Internacional e se aproxima do G-4. Na base da raça, o Alvinegro carioca sai perdendo por 2 a 0, ainda teve o zagueiro Philipe Sampaio sendo expulso no começo da partida, mesmo assim buscou a remontada e Hugo marcou nos acréscimo, com isso sendo o herói do Fogão. 

  • Philipe Sampaio é expulso no início e o Inter sai em vantagem no primeiro tempo

O jogo começou bem movimentado com os dois times buscando o ataque e logo com 5 minutos a primeira polêmica da noite. O Patrick recebeu na grande área e tentou da uma cavadinha no goleiro, mas a bola tocou na barriga e no braço, o árbitro foi olha no VAR e marcou a penalidade ainda expulsando o zagueiro. Na cobrança, Edenílson bateu firme no canto esquerdo, sem chance para o Gatito Fernandez.

Com um a menos o Botafogo se desarrumou e logo sofreu o segundo. Em tabela pela direita entre Patrick e Bustos, o lateral recebeu sozinho e mandou uma bomba cruzada, ampliando o marcador, 2 a 0. Mesmo em desvantagem o Alvinegro ainda teve forças para diminuir o placar, em falta cobrada na direita, a defesa afastou e Hugo cabeceou para a área, a bola picotou e na sobra Vínicius chutou de primeira, 2 a 1.

O Inter ainda teve chance de aumentar só que parou no Gatito que defendeu com a perna a finalização de Edenílson que bateu rasteiro, mas o resultado permaneceu mesmo com a vantagem para os donos da casa nesta primeira etapa.

  • Botafogo luta com um a menos e busca virada incrível no final

A etapa final se iniciou com o Colorado querendo administrar a superioridade no placar e com 10 minutos mais uma polêmica veio a tona. Em uma ótimo lançamento para a zona de ataque, o Alemão dividiu com o goleiro botafoguense, se deu melhor e sozinho tocou para o gol vazio. Antes da comemoração, o árbitro marcou toque no braço quando ele dominou a bola, anulando o terceiro tento.

Parece que o gol anulado deu um novo ânimo ao time alvinegro e com 13' empatou  a peleja. Em cobrança de escanteio de Lucas Piazon pela direita, a zaga adversária bateu cabeça e na sobra Erison com oportunismo cabeceou para as redes, 2 a 2. Com o placar desfavorável, a equipe gaúcha partiu para frente e quase ia desempatando aos 34', mas Gatito salvou novamente, Bustos cruzou pela direita e Carli quis mandar para o próprio patrimônio, mas o goleiro livrou a pele do seu companheiro.

O Inter ainda teve outro gol anulado nos acréscimos depois de Mercado mandar de cabeça, só que estava na banheira. Mas quando tudo parecia que o jogo terminaria empatado, Hugo se tornou o herói botafoguense.

Em um lance pelo meio, Matheus Nascimento tentou tocar para o Gervinho, a defesa afastou para o goleiro, ele dividiu com o Kayke e a bola acabou sobrando para o Hugo que deu um toque para a meta vazia, 3 a 2. Ainda teve confusão e briga no final, mas nada que tirou o brilho da emocionante conquista do Fogão. 

  • Classificação e próximos jogos

Com o desfecho da partida, o Botafogo encosta no G-6 e sobe para a sétima posição com 18 pontos, enquanto o Internacional saiu do G-4 e caiu para quinto com 21 somados. O Colorado volta a campo na sexta-feira (24) contra o Coritiba, no Beira Rio, já o time da estrela solitária terá um clássico pela frente onde enfrenta o Fluminense, no Engenhão, no domingo (26).

VAVEL Logo