Diante da torcida, Botafogo tropeça e só empata com Juventude pelo Brasileirão
Foto: Vítor Silva / Botafogo

Na manhã deste domingo (01) de feriado no Rio de Janeiro, Botafogo e Juventude ficaram no empate em 1 a 1 pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. A partida foi disputada no Nilton Santos para 34.734 torcedores. 

O centroavante paraguaio Pitta abriu o placar para o Juventude, mas Diego Gonçalves, em bonita cobrança de pênalti, deixou tudo igual no marcador.

O empate deixou o Botafogo no meio da tabela e ainda sem conseguir uma vitória diante do seu torcedor. O Juventude segue na zona de rebaixamento, sem nenhuma vitória na competição.

Primeiro tempo morno

Um jogo na manhã de domingo, naturalmente tende a ter menos intensidade por conta do horário. Ainda mais com o forte calor que fazia na cidade do Rio de Janeiro.

E a primeira etapa no Engenhão não fugiu muito disso. Jogo morno, estudado, sem grandes chances de gols.

O Botafogo teve as melhores oportunidades quando fazia as jogadas pelo lado esquerdo com Daniel Borges e Victor Sá. Chay, em jogadas individuais, também criava boas oportunidades.

No entanto, o Botafogo falhava muito no último passe. As jogadas eram bem construídas da zaga ao ataque, mas quando chegava próximo ao gol, os jogadores se precipitavam e não conseguiam concluir em gol.

O Juventude foi um mero espectador no primeiro tempo. Na melhor chance da equipe, Capixaba finalizou da entrada da área e a bola passou perto do gol de Gatito.

Empate ruim para ambos

O segundo tempo foi diferente. O Botafogo voltou com uma postura mais ofensiva, preenchendo o campo de ataque do adversário e pressionando em busca do gol.

O Juventude, contudo, não ficou apenas olhando o adversário jogar e criou boas jogadas de contra-ataques.

E em uma dessas jogadas, bola é lançada em profundidade para Pitta. O centroavante paraguaio dá um drible seco em Philipe Sampaio e, de canhota, chuta no cantinho de Gatito. A bola ainda bate na trave antes de entrar.

A partir daí, o Botafogo foi pra cima em busca do empate, e as entradas de Matheus Nascimento e Diego Gonçalves deu mais velocidade ao time.

Porém, a equipe ainda errava muito no último passe, causando certa impaciência na torcida.

As melhores oportunidades saíam em jogadas individuais ou de bola parada. Em duas chances, os zagueiros Philipe Sampaio e Victor Cuesta quase marcaram de cabeça.

Mas a pressão surtiu efeito. Em jogada individual de Matheus Nascimento, a bola explodiu no braço do marcador. Pênalti. Diego Gonçalves bateu com categoria e deixou tudo igual.

Mesmo indo com tudo para o ataque em busca da virada, a grande chance de gol no final do jogo foi do Juventude.

Em uma boa jogada de ataque, com direito a passe de calcanhar de Guilherme Parede, Jadson finalizou para boa defesa de Gatito, salvando o Botafogo da derrota já aos 52 do segundo tempo.

Fim de jogo, empate por 1 a 1, resultado que acabou sendo ruim para as duas equipes.

Classificação e próximos jogos

Com o empate, o Botafogo fica na 11ª posição com cinco pontos. O Juventude segue na zona de rebaixamento do Brasileirão, na penúltima posição com dois pontos conquistados.

O Botafogo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo, em clássico contra o Flamengo, muito provavelmente no estádio Mané Garrincha, em Brasília. O Juventude recebe no Alfredo Jaconi o Internacional, em busca da primeira vitória na competição.

VAVEL Logo