Cuéllar questiona pênalti que culminou em vice do Flamengo: "Futebol é de contato"

Penalidade máxima no Maracanã garantiu empate e título ao Independiente; Cuéllar, que foi expulso durante premiação, comentou decisão da arbitragem

Cuéllar questiona pênalti que culminou em vice do Flamengo: "Futebol é de contato"
(Foto: Buda Mendes/Getty Images)

Após o vice-campeonato do Flamengo na Sul-AmericanaCuéllar certamente ficará com um lance específico marcado na cabeça. O volante, que cresceu sob os comandos de Reinaldo Rueda, cometeu pênalti duvidoso em Meza; a cobrança de Ezequiel Barco na penalidade garantiu o empate e o título para o Independiente no torneio continental.

Na saída para o vestiário, o jogador do Rubro-Negro afirmou que não sabia se realmente tinha cometido a falta dentro da área. Cuéllar, que também falou sobre a dor do vice-campeonato, projetou futuro e "muita coisa pela frente" no 2018 do Flamengo.

"Não sei se foi pênalti ou não. Infelizmente, ele apitou e eu não tive como mudar o resultado. Tentamos, a gente se doou, chegamos aqui porque a gente merecia. Infelizmente não conseguimos o resultado, mas isso é futebol. A gente fica muito chateado por não dar essa alegria para a torcida rubro-negra. É levantar a cabeça e olhar para cima, porque a gente tentou. No outro ano ainda tem muita coisa pela frente", afirmou o jogador na saída para o vestiário.

+ Juan lamenta vice-campeonato da Copa Sul-Americana: "Perder título em casa é difícil"

Título da Sul-Americana ficou com o Independiente (Foto: Buda Mendes/Getty Images)
Título da Sul-Americana ficou com o Independiente (Foto: Buda Mendes/Getty Images)

Desolado após o fracasso, Cuéllar estava sentado no chão do Maracanã quando concordou em falar novamente com a imprensa. O camisa 26 do clube carioca falou um pouco mais sobre o esforço do grupo em campo e ainda questionou o lance do pênalti, reforçando que o futebol é um esporte de contato.

"Não tem explicação a gente procurar o que faltou. Vontade, entrega dentro de campo não faltou. Mas o final acaba sendo como se a gente não tivesse feito nada. (...) O futebol é de contato. Se a gente não puder encostar em um cara que vai entrar em campo, um contato normal, então todo lance tem que ser pênalti dentro da área", completou.

Ainda no gramado para entrega da premiação, Cuéllar foi expulso após discussão com o juiz. Com o cartão vermelho, o volante cumprirá suspensão na estreia da Libertadores, próxima competição da Conmebol em que atuará. O sorteio dos grupos do torneio continental está marcado para a próxima quarta (20).