Kenin perde para Brengle em 47 minutos em Wimbledon; Muguruza, Pliskova e Keys vencem
Brengle conquistou quarta vitória sobre tenistas do top 10 na carreira (Foto: Divulgação/Wimbledon)

Em uma das partidas mais rápidas da chave feminina de Wimbledon 2021 até agora, a #6 Sofia Kenin caiu de forma surpreendente para a #82 Madison Brengle na segunda rodada. Brengle precisou de somente 47 minutos para conseguir sua quarta vitória sobre uma top 10 na carreira, parciais de 6/2 e 6/4. Este foi o primeiro confronto entre as estadunidenses.

A partida teve, no geral, games muito curtos - apenas um teve mais de seis pontos, o quinto do primeiro set. No total, foram nove quebras de saque, seis no saque de Kenin. A campeã do Australian Open 2019 não confirmou nenhum serviço na primeira parcial e conseguiu três no segundo, mas não foi suficiente.

Kenin somou incríveis 41 erros não-forçados, contra apenas sete de Brengle, que teve seis winners, contra 20 da cabeça de chave 4. Esta é apenas a sexta vez que a tenista de 31 anos chega à terceira rodada de um Slam em 31 participações - sua melhor campanha na carreira em um Major foi a quarta fase no Australian Open 2015.

Na próxima rodada, Brengle encara a #66 Viktorija Golubic, que vem de grande vitória sobre outra estadunidense, a #48 Danielle Collins, parciais de 6/2 e 6/0, em 62 minutos. As duas se enfrentaram recentemente, no último dia 20, com triunfo da suíça no qualifying do WTA de Eastbourne.

Keys e Pliskova seguem firme

Em outro duelo estadunidense, a #27 Madison Keys derrotou a #91 Lauren Davis por 2 sets a 0, parciais de 6/1 e 6/4, em 1h04. Esta é a oitava participação de Keys em Wimbledon e, pela sexta vez, ela chega ao menos à terceira rodada.

Davis só conseguiu uma quebra em toda a partida e só não enfrentou break points em três de suas passagens no saque. Keys venceu 50% dos pontos na devolução e, com 22 winners e 13 erros não-forçados, conseguiu dosar a agressividade para garantir a vitória.

Na próxima fase, Keys encara a #16 Elise Mertens, que atropelou a #99 Lin Zhu na segunda rodada, parciais de 6/2 e 6/0. As duas já se enfrentaram duas vezes, e a estadunidense venceu ambas. 


Fora do top 10 pela primeira vez desde 2016, a #13 Karolina Pliskova teve mais uma boa partida em Londres. Ela derrotou em sets diretos a #49 Donna Vekic com duplo 6/2, em apenas 68 minutos. A tcheca lidera o confronto direto contra a croata com cinco vitórias em seis confrontos.

Pliskova teve incríveis 93% de aproveitamento com o primeiro saque, além de 23 winners e somente sete erros não-forçados. Vekic não oportunizou nenhum break point e, apesar de um saldo positivo de bolas vencedoras em relação a erros, não foi páreo para a ex-número 1 do mundo.

Ex-número 1 do mundo nunca alcançou a segunda semana em Londres (Foto: Divulgação/WTA)
Ex-número 1 do mundo nunca passou das oitavas de final em Londres (Foto: Divulgação/WTA)

O próximo adversário de Pliskova é sua compatriota #87 Tereza Martincova, que bateu na segunda rodada a #39 Nadia Podoroska. Este é o único Slam onde a ex-número 1 do mundo nunca chegou às quartas de final.


Muguruza avança com autoridade

Campeã em 2017, a #12 Garbiñe Muguruza avançou com mais uma vitória tranquila. Após despachar Fiona Ferro na estreia perdendo apenas um game, ela bateu na segunda rodada a qualifier #174 Lesley Pattinama Kerkhove em 1h10, parciais de 6/1 e 6/4.

Muguruza só foi quebrada uma vez na partida, quando Kerkhove abriu 4/2 no segundo set. Daí para frente, porém, a espanhola venceu 16 dos últimos 20 pontos e, com quatro games seguidos, garantiu a vitória. A ex-número 1 do mundo teve números bem consistentes na partida, com 22 a dez em winners, 17 a 19 em erros não-forçados e só perdeu dez pontos no serviço no total.

Ela avança para jogo duro contra a #24 Ons Jabeur, que vem de vitória sobre a pentacampeã #111 Venus Williams. Muguruza venceu o único confronto entre as duas até hoje, em Hobart 2020.

VAVEL Logo