Cilic bate Carreño Busta e avança às quartas do Australian Open em dia histórico

O croata além de vencer o espanhol por 3 sets a 1, ainda alcançou a marca de 100 vitórias em Grand Slams

Cilic bate Carreño Busta e avança às quartas do Australian Open em dia histórico
Foto: Getty Images/Cameron Spencer

Esse domingo (21) foi um dia histórico para o croata Marin Cilic. O número 6° do mundo venceu o espanhol  Pablo Carreño Busta, 11° do ranking da ATP, por 3 sets a 1, com parciais de  6-7(2), 6-3, 7-6(0) e 7-6(3) em 3h27 de jogo e avançou para as quartas de final do Australian Open.

Mas além da classificação, Cilic alcançou a marca histórica de 100 vitórias em Grand Slams. O croata se mostrou muito feliz pela marca, e disse sonhar com mais três vitórias, que lhe dariam o título.

“É muito bonito atingir esta marca das 100 vitórias em torneios do Grand Slam. Lembro-me que obtive a 300.ª vitória da minha carreira no US Open de 2014 e é muito bonito atingir este número. Agora espero continuar e conseguir mais três vitórias aqui”, contou Marin Cilic.

O croata comentou sobre o duelo contra Carreño, disse ter sido uma partida dificil de altos e baixos e elogiou o espanhol.

"Difícil, deveria ter vencido o primeiro set, perdido o terceiro e ganho mais rápido o quarto. Foi um jogo de altos e baixos, uma partida difícil, as condições estavam mais úmidas do que os dias anteriores e do outro lado da rede, Pablo vinha muito bem, muito sólido, sacando bem, mantendo a bola baixa e muito sólido no backhand. Perder o primeiro set e estar mentalmente lá, sabendo que fisicamente talvez teria que jogar três, quatro horas, após ter 5/2 no set, estava ficando no meu momento, foi desafiador", contou o número 6 do mundo.

O jogo

A partida foi de extremo equilibrio disputado ponto a ponto. Logo no primeiro set tivemos um tie break que mostraria o que seria o duelo. Carreño não deu sossego nenhum minuto ao croata e venceu o primeiro set em 7/6 abrindo o placar. Já a segunda parcial foi a mais 'light' de todo jogo. Cilic seguiu bem no saque e aproveitou as brechas deixada pelo espanhol para obter duas quebras e fechar em 6/3 empatando a partida.

No terceiro set o jogo voltou a ser disputado ponto a ponto. Carreño chegou a ter uma quebra de vantagem, mas o croata foi buscar a igualar e levar a parcial para mais um tie break. E um surpreendente passeio de Cilic no tie break aconteceu, com o croata deixando um sonoro 7 a 0, e assim virando o jogo.

E dessa vez foi Cilic quem vacilou na quarta parcial. Após sair na frente conquistando uma quebra, o croata viu o espanhol se recuperar empatar o set e levar a decisão para o tie break. Terceiro da partida. Em mais uma grande tie break, Cilic fechou o jogo em 3 sets a 1 e carimbou a classificação para a próxima fase do torneio australiano.

Um indigesto Rafael Nadal na próxima fase

Para chegar na semifinal do Australian Open, o croata terá que vencer o espanhol Rafael Nadal, número um do mundo, que venceu nas oitavas o argentino Diego Schwartzman, 26° do ranking da ATP, por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (4-7), 6/3 e 6/3, em 3h51 de partida.

Cilic em 6 jogos contra Nadal só venceu uma vez. Mas o croata se disse preparado para enfrentar os melhores, e se mostrou bem satisfeito com seu torneio até o momento.

"O maior foco para mim é seguir jogando neste nível e não mudar, foram boas as quatro primeiras partidas, bom tênis e sacando muito bem, tive bom percentual nas quatro primeiras partidas, tenho que seguir assim e acreditando. Geralmente na minha carreira se estou jogando bem, no topo do meu jogo posso desafiar a maioria dos caras no circuito e com a vitória do US Open acreditei que ficaria mais forte. Acredito no meu jogo, no que estou fazendo, estou indo na direção certa, é um grande desafio enfrentá-los, mas é para isso que trabalhamos nos treinamentos.", salientou Cilic.