Especiais La Liga 2016/17 Villarreal: superar perdas importantes e buscar o equilíbrio perfeito

Com competição nacional e internacional, Submarino Amarelo quer repetir boa campanha de 2015/16

Especiais La Liga 2016/17 Villarreal: superar perdas importantes e buscar o equilíbrio perfeito
Especiais La Liga 2016/17 Villarreal: superar perdas importantes e buscar o equilíbrio perfeito

A temporada Europeia já começou para o Villarreal. Com muitas mudanças em relação a última temporada, o submarino amarelo já está disputando jogos da fase de playoffs da Uefa Champions League. Tendo em vista que La Liga começa ainda neste mês, o time precisa estar preparado para disputar duas competições de alto nível. 

Leia mais: Especiais La Liga 2015/16 Villarreal: temporada excelente coroada com vaga na Champions

Visando o equilíbrio, a equipe do técnico novo, Fran Escribá, precisará de regularidade, caso queira fazer boa campanha na competição internacional e ainda manter-se entre os primeiros colocados do Campeonato Espanhol

2015/16: campanha de superação e expectativas altas 

A última temporada fora magnífica para o Villarreal. Embora as dificuldades pela escassez no elenco, o técnico Marcelino Toral conseguiu superar todas as expectativas, fazendo um campeonato espanhol com muita regularidade, além de chegar à semifinal da Uefa Europa League, parando apenas no Liverpool, de Jurgen Klopp, vice-campeão do torneio. 

A temporada foi de bons lucros para o Villarreal (Foto: Getty Images)
A temporada foi de bons lucros para o Villarreal (Foto: Getty Images)

O submarino amarelo contou com ótimas revelações e um bom coletivo para chegar entre os quatros primeiros da tabela. Além, claro, do grande rendimento dentro de casa, no estádio El Madrigal. A equipe fez frente com Real Madrid e Barcelona em diversos jogos, conquistando empates fora de casa e vendendo caro cada derrota. 

Com 64 pontos em 38 jogos, o Villarreal terminou em quarto lugar, classificando-se para a disputa dos playoffs da Uefa Champions League, a fim de conseguir uma vaga na fase de grupos. Foram 18 vitórias, 10 empates e 10 derrotas. A equipe superou times de grande porte como Athletic Bilbao, Sevilla, Valencia e Celta de Vigo, que brigaram pelo G-4 até a última rodada. 

Em 2015/16, o destaque dos ex-comandados por Marcelino Toral foram Bakambu e Soldado, atacantes que tiveram grande destaques por marcarem gols importantes na temporada. Além, claro, do meio-campista Denis Suárez, que inclusive fora vendido para o Barcelona, na janela de verão, pela boa temporada que fizeste. 

Elenco

O Villarreal iniciou a janela de transferências Europeias com grandes perdas no elenco principal. Porém, a direção usou uma política com poucos gastos, no qual deixou o time focado em contratações pontuações, como a de Alexandre Pato, por exemplo, que chegou junto ao Corinthians, para ser um dos pilares do ataque amarelo. 

Leia mais: Alexandre Pato realiza exames médicos e formaliza acerto com Villarreal por quatro anos

Em seu primeiro jogo pelo Villarreal na Champions, Pato já balançou as redes (Foto: Getty Images)
Em seu primeiro jogo pelo Villarreal na Champions, Pato já balançou as redes (Foto: Getty Images)

A contratação de Alexandre Pato, talvez, foi a que mais mobilizou o torcedor em relação ao elenco. Tendo em vista suas boas temporadas no Milan, os torcedores amarilhos esperam que o brasileiro possa repetir o bom aproveitamento de gols agora que está de volta para a Europa, com passagem apagada no Chelsea

Já na partida de ida contra o Monaco, nos playoffs da Uefa Champions League 2016/17, o camisa 10 marcou um gol, embora o time saísse derrotado em pleno El Madrigal, dificultando as chances de classificação. 

Algumas saídas foram importantes, como a de Denis Suárez, que voltou ao Barcelona. O meio-campista era fundamental no esquema de Marcelino, e fez uma bela temporada com a camisa amarela. 

Leia mais: Barcelona anuncia retorno de Denis Suárez após dois anos

O elenco, embora curto, tem boas qualidades. Bruno Soriano, o capitão, é simbolo de solidz na meia cancha. Cheryshev e Julio dos Santos dão mais qualidade técnica para a região central, de criação. No ataque, Bakambu, Pato e Soldado podem formar um trio que gere bons frutos ao time.

O problema maior está no setor ofensivo, que embora tenha o goleiro Asenjo de confiança, a zaga formada por Mario Gaspar, Musacchio, N'Diaye e José Agnel não demonstraram bom entrosamento na pré-temporada. 

Melhor Jogador: Roberto Soldado

Muito criticado por não ter rendido no Tottenham aquilo que lhe foi imposto, o atacante espanhol Roberto Soldado chegou ao Villarreal na última temporada, a fim de recuperar o bom futebol, demonstrado no Valencia, também em La Liga. 

Foram 8 gols em 43 jogos. Embora o aproveitamento seja pouco, ele foi um dos melhores jogadores da equipe que tinha como base o grande coletivo, portanto, nenhum destaque individual disparou na artilharia, ainda que Bakambu, a revelação da temporada, tenha balançado a rede 12 vezes.

O espanhol é a esperança de gols do Villarreal nas competições europeias e nacionais, formando um trio com Bakambu e Alexandre Pato, que não ficam muito atrás na questão de responsabilidade para balançar as redes.

Soldado é a esperança de gols no ataque Amarillo (Foto: Getty Images)
Soldado é a esperança de gols no ataque Amarillo (Foto: Getty Images)

Técnico: Fran Escribá 

O treinador espanhol Fran Escribá é o novo comandante do Villarreal para a temporada. Os amarillos e Escribá chegaram a um acordo para que o espanhol comande a primeira equipe nesta temporada. O técnico chegou ao submarino amarelo após uma saída conturbada de Marcelino Toral, ainda no início da temporada.

Leia mais: Após demissão inesperada de García Toral, Villarreal anuncia Fran Escribá como novo técnico

Fran assumiu após saída inesperada de Marcelino Toral (Foto: Getty Images)
Fran assumiu após saída inesperada de Marcelino Toral (Foto: Getty Images)

Fran teve passagens como segundo treinador pelas equipes do GetafeValenciaBenfica Atlético de Madrid. Na temporada 2012/13, iniciou sua carreira como treinador principal pelo Elche, onde permaneceu até a temporada 2014/15. Com o Elche, levou a equipe à primeira divisão sendo campeão da segunda divisão 2012/13. Na última temporada esteve no comando da equipe do Getafe, que terminou o campeonato na 19ª posição. Agora, Fran Escribá assumirá uma equipe forte, que finalizou contratações pontuais e com uma Uefa Champions League para disputar.

O anúncio de Escribá pegou todos de surpresa, já que até bem pouco tempo atrás a permanência de Marcelino García no comando da equipe era dada como certa e o elenco já estava em pré-temporada. A surpresa foi ainda maior pelas boas temporadas que o Villarreal apresentou desde a chegada de Marcelino ao clube, em 2013.

Expectativas na temporada 2016/17

O Villarreal começou a temporada com o pé direito, perdendo na primeira fase da Uefa Champions League para o Monaco, por 2 a 1, no El Madrigal. Embora fosse o jogo de ida, os espanhóis terão uma boa vantagem para tirar dos franceses, caso queiram classificar-se a fase de grupo. 

Leia mais: Sorteio dos playoffs da Champions League define Roma x Porto e Villarreal x Monaco

Em La Liga, por sua vez, as expectativas são novamente o G-4, a fim de fazer frentes com os grandes times da Espanha, como Real Madrid, Barcelona e Atlético de Madrid. 

O elenco, embora seja curto, é pontual. Com boa qualidade técnica do meio pra frente, a equipe poderá fazer um campeonato de terceiro colocado, caso o ataque funcione e o setor defensivo saiba lidar com a dificuldade a intensidade da liga espanhola. 

Leia mais: Pato marca, mas não evita derrota do Villarreal em casa e Monaco sai na frente na pré-Champions