Cutrone marca nos acréscimos, Milan bate Roma e consegue primeira vitória na Serie A

VAR anulou um gol de cada equipe, mas Diavolo buscou triunfo merecido no final do jogo: 2 a 1, no San Siro

Cutrone marca nos acréscimos, Milan bate Roma e consegue primeira vitória na Serie A
Foto: Divulgação/AC Milan
Milan
2 1
Roma
Milan: Donnarumma; Calabria, Musacchio, Romagnoli e R. Rodriguez (Laxalt); Biglia, Kessie e Bonaventura (Cutrone); Suso, Higuain e Calhanoglu (Castillejo). Técnico: Gennaro Gattuso
Roma: Olsen; Fazio, Manolas e Marcano (El Shaarawy); Karsdorp, De Rossi, Nzonzi, Pastore (Cristante) e Kolarov; Schick e Dzeko. Técnico: Eusebio di Francesco
Placar: 1-0, min. 39, Kessie; 1-1, min. 59, Fazio; 2-1, min 95, Cutrone.
INCIDENCIAS: Marco Guida (ITA)

Com gol último lance, o Milan bateu a Roma por 2 a 1 nessa sexta-feira (31), no estádio San Siro na abertura da terceira rodada da Serie A. Os gols foram marcados por Kessié Cutrone para os rossoneri, e Fazio para os romanos.

A primeira etapa foi marcada por um único panorama, o Diavolo com muita posse de bola e pressionando os giallorossi que se defendiam bem, mas não conseguiam atacar com perigo.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

E o primeiro lance de perigo foi com Calabria que, de frente para o gol, chutou por cima e perdeu grande chance de abrir o placar. Alguns minutos depois, Higuaín recebeu na área e chutou, mas Olsen espalmou para escanteio.

O Milan seguia atacando e fez o primeiro com Kessié, que aproveitou bom cruzamento de Ricardo Rodriguez e só escorou para o fundo das redes.

Na segunda etapa, a equipe da Roma voltou mais organizada e ofensiva graças às mudanças de Eusebio di Francesco. O empate veio após cobrança de escanteio, a defesa afastou mal e Fazio fuzilou o goleiro Donnarumma. Os donos da casa chegaram a desempatar em seguida com belo gol de Higuaín, mas o árbitro assinalou impedimento, graças á ajuda do VAR.

Com isso, a Roma cresceu na partida e conseguiu a virada em outra cobrança de escanteio onde Nzonzi aproveitou bate e rebate e tocou para o fundo do gol, mas mais uma vez, o VAR ajudou a arbitragem a anular por conta de um toque de mão do francês.

No fim, o Diavolo insistiu e conseguiu a vitória no último minuto, quando Higuain recebeu na entrada da área e deu lindo passe para Cutrone que só tocou, levando a torcida rossonera a loucura e dando números finais ao jogo.