Bayern tem vitória protocolar sobre Lazio e confirma vaga nas quartas de final
Divulgação/FC Bayern

Nesta quarta-feira (17), Bayern e Lazio disputaram a partida de volta das oitavas de final da Uefa Champions League 2020-21. Na Allianz Arena, em Munique/ALE, os alemães atuaram com tranquilidade, já que haviam vencido os biancocelesti por 4 a 1 em Roma. Para confirmar o favoritismo antes do confronto, o Gigante da Baviera venceu por 2 a 1. Lewandowski e Choupo-Moting marcaram os gols bávaros, enquanto Parolo assinalou o tento laziale.

Disposição tática

Hansi Flick precisou substituir Manuel Neuer que apresentou sintomas de gripe, além dele, Kingsley Coman também não foi para o jogo por estar com desconforto muscular. O treinador entrou com o esquema 4-2-3-1 e escalou a equipe. Alexander Nübel, jovem promessa alemã, atuou como goleiro mais recuado, Boateng e Alaba formaram a dupla de zaga e, frequentemente subiam para auxiliar no ataque. Pavard e Lucas Hernandez fizeram uma atuação sólida nas laterais. No meio, Kimmich e Goretzka se encarregaram de distribuir o jogo. Sané e Gnabry estavam nas pontas aproveitando os espaços da defesa italiana. Müller atuou como meio campo ofensivo sempre buscando assistências no ataque. Robert Lewandowski, artilheiro da equipe, contribuiu com mais um tento.

Simone Inzaghi buscou conter e contra atacar o Bayern. Com o esquema tático 3-5-2, Inzaghi escalou Pepe Reina para defender a meta. Acerbi, Marusic e Radu permaneceram na zaga para auxiliar na quebra de jogadas dos bávaros, se expondo a faltas passíveis de cartão. No meio, a linha de cinco para retardar o avanço rápido da equipe adversária e distribuir melhor a bola em um possível contra-ataque,  Fares, Luis Alberto, Escalante, Milinkovic-Savic e Lazzari formaram o quinteto. Na frente, a dupla de atacantes Joaquin Correa e Muriqi que pouco foi acionada.

Bayern com proposta tática diferente

A Lazio entrou em campo precisando vencer por cinco gols de diferença para avançar sem a necessidade de pênaltis. No entanto, o que se viu dentro de campo foi uma equipe dominada pelo adversário.

Os alemães entraram administrando a partida, sem pressionar e subir tanto as linhas de ataque. A equipe trocou passes e até arriscou algumas finalizações na primeira etapa, mas o gol saiu após Leon Goretzka sofrer um pênalti. Robert Lewandowski converteu e colocou o Bayern na frente.

Algo que chamou a atenção na partida foi a linha de defesa do Gigante da Baviera. Os bávaros costumam jogar com a linha alta e apenas um defensor atrás caso o time sofra o contra-ataque. No entanto, nesta partida, o Bayern abaixou as linhas e trabalhou a bola no campo de defesa com mais frequência.

O clube celeste não desistiu de tentar buscar jogo e diminuir a vantagem do Bayern. O time italiano finalizou quatro vezes na primeira etapa, mas apenas duas na direção do gol. Com esse retrospecto, o primeiro tempo acabou no placar mínimo. 

Lazio sofre com lesão e pressão adversária

A segunda etapa começou com o Bayern avançando sua linha ofensiva e criando uma oportunidade de gol com Robert Lewandowski, logo aos primeiros segundos. O polonês, no entanto, parou em Pepe Reina.

A Lazio sofreu com a lesão de Lazzari que sentiu dores no dedo mínimo da mão e precisou ser substituído.  A equipe alviceleste se defendia como podia e tratava de afastar o Bayern do campo de ataque, mas sem muito sucesso. Foram seis finalizações dos donos da casa e três na direção do gol.

Robert Lewandowski chegou a carimbar a trave antes de ser substituído por Choupo-Moting. O camaronês agarrou a oportunidade e não tardou para estufar as redes e colocar o Bayern, definitivamente, nas quartas de final.

Os laziale ainda descontaram no fim do jogo com Marco Parolo. O gol de Parolo, possivelmente, foi um balde de água fria no torcedor bávaro, que há sete jogos consecutivos é vazada.

Sorteio das quartas de final

O sorteio das quartas de final irá ocorrer às 8 horas da manhã desta sexta-feira (19). Além do Bayern, as equipes classificadas são Borussia Dortmund, Manchester City, Chelsea, Liverpool, Real Madrid, Paris Saint-Germain e Porto.

VAVEL Logo