Udinese quebra tabu de quase 15 anos e goleia Fiorentina fora de casa
Foto: Divulgação/ACF Fiorentina

Fiorentina teve a segunda chance de assumir a quinta posição da Serie A 2021-22, mas acabou perdendo a segunda partida consecutiva. Nesta quarta-feira (27), em jogo atrasado da 20ª rodada, a Viola, que havia sido derrotada pela Salerntiana no fim de semana, acabou goleada pela Udinese por 4 a 0 no Artemio Franchi. Pablo Marí, Deulofeu, Walace e Udogie marcaram os gols da vitória zebrette.

Esta foi a maior vitória do time de Údine no Artemio Franchi na história e a primeira vez desde novembro de 2007 que a Udinese venceu a Fiorentina em Florença. Desde então, eram 13 vitórias consecutivas da Viola jogando em casa diante do rival. 

Udinese aproveita erros da Viola

O primeiro tempo teve a Fiorentina tomando a iniciativa e tendo muita posse de bola, mas sofrendo com jogadas pelo lado e contra-ataques da Udinese. Antes dos 10, a Viola já tinha duas boas chances. Aos 3, Piatek recebeu com espaço dentro da área após cruzamento rasteiro de Sottil e bateu no canto, mas Silvestri defendeu. Cinco minutos depois, González recebeu dentro da área, deixou dois marcadores no chão e chutou forte, mas parou no goleiro.

Quem conseguiu o gol, porém, foi a Udinese. Aos 11, após corte parcial de Milenkovic, Pablo Marí ganhou de Odriozola, invadiu a área e bateu forte, contando com colaboração de Terracciano para abrir o placar.

A Fiorentina terminou a primeira etapa com 70% de posse de bola e oito finalizações, mas apenas três certas, contra cinco da Udinese. Mesmo com os retornos de Bonaventura e Torreira ao meio-campo titular, a Viola atacou mais pelos lados e conseguiu boas jogadas, mesmo sem conseguir marcar. O grande problema, porém, seguiu sendo a fragilidade defensiva, que colocou os zagueiros em apuros contra os móveis Success e Deulofeu.

Aos 35, em contra-ataque puxado após cobrança rápida de falta, Udogie fugiu pela esquerda, invadiu a área e bateu no canto, mas Terracciano salvou. No rebote, porém, Deulofeu completou com gol aberto e ampliou: 2 a 0.

A reta final foi de pressão e frustração para a Fiorentina. Aos 39, após boa combinação na entrada da área, Piatek recebeu de Torreira, dominou e bateu no canto, mas Silvestri segurou. Cinco mintuos depois, Biraghi recebeu com espaço pela esquerda, cruzou com veneno e, após dois desvios, Odriozola apareceu para completar na pequena área, em cima do goleiro da Udinese.

Udinese aproveita espaços e goleia

Vincenzo Italiano voltou para o segundo tempo com três alterações: Arthur Cabral, Maleh e Igor nas vagas de Piatek, Bonaventura e Milenkovic. A Fiorentina teve muitas chances no início da etapa final, mas não aproveitou.

Aos 2, Sottil costurou desde o lado esquerdo, limpou vários marcadores e finalizou rasteiro da entrada da área, mas bola desviou e passou à esquerda do gol. Três minutos depois, Biraghi bateu falta lateral na primeira trave, Torreira desviou e Silvestri fez grande defesa no canto.

Nos contra-ataques, a Udinese seguia muito perigosa, aproveitando os muitos espaços cedidos pela Fiorentina. Mesmo com apenas 26% de posse de bola, o time de Gabriele Cioffi teve mais finalizações certas (nove a sete) e quase o mesmo número de chutes totais (17 a 18).

Aos 6, Deulofeu recebeu de Arslan em profundidade, ganhou de Igor e tocou rasteiro, mas Terracciano salvou com os pés. A Viola teve outra boa chance aos 12, quando Arthur Cabral fez o pivô dentro da área e Maleh bateu forte, mas parou em Silvestri.

Depois de um bom começo, porém, a Fiorentina não conseguiu mis assustar, enquanto cedeu uma sequência de contra-ataques. As entradas de Ikoné e Callejón nos lugares de Sottil e Duncan deixaram o time ainda mais vulnerável e pioraram a fase ofensiva.

Aos 30, em contra-ataque iniciado por Walace, Molina recebeu de Deulofeu, avançou livre pela direita e finalizou no canto, mas Terracciano salvou. Cinco minutos depois, após cruzamento de Molina, Udogie completou de cabeça na segunda trave, mas parou na trave da Viola.

A Udinese seguia com chances. Aos 44, após bola enfiada por Pussetto, Deulofeu avançou com campo aberto, invadiu a área e tocou por cima de Terracciano, mas errou o alvo. O terceiro finalmente saiu aos 46. Walace arriscou da entrada da área e contou com desvio em Igor para marcar seu primeiro na temporada. Para piorar o dia para a Viola, aos 49, Udogie recebeu de Makengo dentro da área e tirou do goleiro para transformar a vitória em goleada: 4 a 0. A Fiorentina não sofria quatro gols em um jogo no Artemio Franchi desde dezembro de 2019, contra a Roma.

Classificação e próximos compromissos

A segunda derrota seguida mantém a Fiorentina na sétima colocação, com 56 pontos, mas o time pode deixar a zona de classificação às competições europeias caso a Atalanta vença o Torino nesta quarta-feira (27). Já a Udinese sobe para o 12º lugar, com 43.

Os dois times têm duelos contra os times que brigam pelo título no domingo (1º). A Fiorentina visita o Milan, às 10h, enquanto a Udinese recebe a Internazionale, às 13h. Partidas no horário de Brasília.

VAVEL Logo