Com emoção e um a menos, United derrota Crystal Palace na prorrogação e conquista FA Cup

Lingard marca no segundo tempo da prorrogação e decreta a vitória dos Red Devils; Título é o 12º do United, que iguala-se ao Arsenal em número de conquistas

Com emoção e um a menos, United derrota Crystal Palace na prorrogação e conquista FA Cup
Foto:Shaun Botterill/Getty Images
Manchester United
2 1
Crystal Palace

Na tarde desse sábado (21), Manchester United e Crystal Palace se enfrentaram pela final da FA Cup, ou Copa da Inglaterra. Os Red Devils saíram vitoriosos por 2 a 1, já na prorrogação.

Os gols da partida foram marcados por Puncheon para o Palace, e Mata e Lingard para o United. Com a conquista o Manchester United chega a 12ª conquista e iguala-se ao Arsenal. 

Primeiro tempo aberto: United com maior posse de bola e Palace perigoso

A primeira etapa da final da Copa da Inglaterra não teve um time altamente dominante no gramado de Wembley. O Manchester United teve maior posse de bola, porém, em alguns momentos o Crystal Palace foi perigoso.

O melhor jogador dos Red Devils nos 45 minutos iniciais foi Wayne Rooney. O camisa 10 do United foi o jogador que mais tentou jogadas, com passes longos e tabelas perto da entrada da área do Palace. A primeira boa jogada do time de Van Gaal saiu dos pés de Marcus Rashford, aos seis minutos o jovem atacante arrancou pela esquerda, tomou a frente de Delaney, mas o zagueiro recuperou-se e colocou para escanteio.

Três minutos mais tarde, novamente Rashford recebeu, agora dentro da área, finalizou e a bola saiu mais uma vez desviada para escanteio. Após a cobrança de escanteio de Blind, Fellaini cabeceou para fora. Aos 13’, Rooney tentou de fora da área e o goleiro Henessey segurou sem problemas.

Aos 17’, Wickham foi derrubado por Smalling e o zagueiro recebeu amarelo. Nesse lance os jogadores do Palace reclamaram, pois o árbitro não deu vantagem ao camisa 21 do time londrino. Após a cobrança da falta, Bolasie cabeceou e De Gea espalmou para escanteio.

Aos 21 minutos, Mata finalizou perigosamente e o goleiro Henessey fez grande defesa. No minuto seguinte, Rooney cobrou falta por cima do gol do Palace. E aos 24’, Fellaini cabeceou perigosamente, à esquerda do gol. O Palace voltou a aparecer bem aos 27, com duas finalizações de fora da área, por Bolasie e Wickham.

No minuto 32, Rashford fez boa jogada, driblou Delaney e passou para Martial, que finalizou e Ward tirou para escanteio. Quatro minutos depois Carrick arriscou de fora e mandou por cima do gol. Já no final do primeiro tempo, Martial tentou entrar na área, mas a defesa o desarmou.

Segunda etapa movimentada: Puncheon abre o placar, Mata empata e jogo vai para a prorrogação

O Manchester United começou melhor no segundo tempo, tentando inicialmente jogadas pelas laterais. Porém, encontrou um Palace com uma marcação adiantada.

Aos 7 minutos, Rashford, com passe de letra, deixou Fellaini de frente para o gol. O belga finalizou forte e bola explodiu no travessão de Hennesey. 8 minutos depois, o United achou a trave mais uma vez. Dessa vez, Martial recebeu bom cruzamento de Valencia, cabeceou de forma consciente e bola parou no pé da trave. Aos 19’, Martial recebeu mais uma boa bola, mas finalizou mascado.

Aos 26 minutos, o técnico Pardew colocou Puncheon na partida, no lugar de Cabaye, enquanto Van Gaal realizou a entrada de Ashley Young no jogo, para substituir o lesionado Rashford.

E aos 33 minutos, Puncheon abriu o placar no Wembley. Após cobrança de escanteio afastada pela defesa do United, o camisa 42 foi lançado na esquerda, e finalizou firme, para enfim abrir o placar da partida.

Foto: Mike Hewitt/Getty Images
Foto: Mike Hewitt/Getty Images

Mas a resposta do United foi imediata: aos 35’, Rooney fez grande jogada, cruzou para Fellaini, que ajeitou a bola para Juan Mata finalizar e empatar a partida.

Foto: Paul Gilham/Getty Images
Foto: Paul Gilham/Getty Images

Já no fim do tempo regulamentar, o United tentou uma pressão final. Inicialmente com Valencia e Young. Na segunda tentativa com Blind e Fellaini. Em ambas, tentativas de cruzamento e finalização, fracassadas.

Smalling é expulso, Lingard faz golaço e United conquista a FA Cup

Tendo terminado o tempo regulamentar, a partida chegou a prorrogação. Nos 30 minutos finais muitas foram às emoções.

O Manchester parecia querer mais jogo e chegava com boas jogadas. Aos cinco minutos, Young fez jogada individual e finalizou para fora. Já aos 7’, Rooney tentou de fora da área, colacada, mas bola saiu pela linha de fundo, sem muito assustar Hennesey.

O United chegou de forma perigosa aos oito minutos, quando em segunda tentativa de Lingard, o jovem cruzou e a zaga desviou por cima do gol. O Palace iria assustar aos 11’, quando em bela finalização de Bolasie, de bate-pronto, De Gea realizou linda defesa. O jogo poderia se complicar para o United aos 15’, quando Smalling após impedir contra-ataque recebeu o segundo amarelo e foi expulso do jogo.

A segunda etapa da prorrogação começou com o Crystal Palace tentando mais e logo no primeiro minuto, Boyle finalizou dentro da área para boa defesa de De Gea. A resposta viria aos 4’, quando Lingard faz boa jogada pela esquerda, cruza para Carrick cabecear perigosamente, à esquerda do gol de Hennesey.

E aos cinco minutos, Lingard desempataria o jogo com um golaço. O jovem pegou rebote de cruzamento realizado por Valencia, bateu de primeira e no ângulo do gol do Palace. O Palace pouco conseguiu fazer para empatar a partida nos dez minutos finais. 

Foto: Shaun Botterill/Getty Images
Foto: Shaun Botterill/Getty Images