Na reestreia de Lucas Silva, Ábila rouba cena e Cruzeiro bate Chapecoense
Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Após marcar duas vezes no último domingo (5), o atacante Ramón Ábila decidiu novamente a favor do Cruzeiro. No jogo que marcou a reestreia do volante Lucas Silva com a camisa celeste, o argentino foi às redes duas vezes na vitória por 2 a 0 sobre a Chapecoense, na noite desta quinta-feira (9). A partida ocorreu no Mineirão e foi válida pela segunda rodada do Grupo C da Copa da Primeira Liga.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou a seis pontos, voltou à liderança da chave e se classificou à próxima fase. O time celeste havia caído para segundo colocação após a vitória do Atlético-MG sobre o Joinville. Já a Chapecoense permanece em terceiro, com a mesma pontuação do lanterna Joinville: um ponto.

Agora, a Raposa voltará a campo no próximo dia 22 para visitar o Joinville, na Arena Joinville, às 19h30. Por sua vez, a Chape receberá o Atlético no dia 1º de março, às 19h30, na Arena Condá. Jogos no horário de Brasília.

Pelo Campeonato Mineiro, o Cruzeiro irá até Juiz de Fora neste sábado (11) para enfrentar o Tupi, às 16h30. Já a Chapecoense medirá forças, no mesmo dia, contra o Brusque, no estádio Augusto Bauer, às 17h, valendo pelo Campeonato Catarinense. Partidas no horário de Brasília.

Um gol de Ábila em cada tempo e três pontos garantidos

Empurrado pelo torcida, o Cruzeiro demorou a criar uma boa chance de gol. A primeira ocorreu aos 20 minutos, com Ábila. O centroavante celeste recebeu bom passe de Bryan e quase guardou. Em seguida, foi a vez de Rafinha levantar a torcida com chute de fora da área, que parou nas luvas de Tiepo.

Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Dominante, o Cruzeiro abriu o placar aos 37 minutos. Ábila cobrou pênalti sofrido por Rafinha no canto esquerdo superior e colocou 1 a 0 no marcador do Mineirão.

Já no segundo tempo, a Raposa acelerou o ritmo nos minutos iniciais. Primeiro, Elber ficou cara a cara com Tiepo, mas o arqueiro leu bem a jogada e conseguiu impedir o segundo da Raposa. Em seguida, Mayke colocou o goleiro adversário para chutar o uniforme novamente.

Mas, aos sete minutos, Tiepo não pôde fazer nada para evitar que Ábila marcasse seu segundo gol no jogo. Após passe de Elber, o camisa 9 estrelado tocou com categoria por cima do goleiro.

A única chance criada pela Chapecoense no confronto inteiro saiu dos pés do atacante Perotti. O jogador bateu de primeira, o goleiro Rafael executou a defesa, e Lourency acabou desperdiçando o rebote.

Aos 21 minutos, a torcida cruzeirense presente no Mineirão ovacionou a entrada de Lucas Silva, que fazia sua reestreia pelo clube mineiro. O volante entrou no lugar de Hudson. Antes do apito final, Lucas Silva arriscou chute de longa distância, com curva, que parou nas mãos do goleiro da Chape.

Lucas Silva tenta lançamento (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)
Lucas Silva tenta lançamento (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)
VAVEL Logo