Análise: Atlético-MG vive esquema com três zagueiros para superar grandes adversários
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Que o Atlético-MG é o time que opera ‘certos’ milagres, isso não é novidade para ninguém. Mas o que dizer do esquema tático com três zagueiros utilizado por Rodrigo Santana na última partida pelo Campeonato Brasileiro, contra o Palmeiras, no Estádio Allianz Parque? Sim, há muito tempo o torcedor atleticano não via essa formação em campo, já que a última vez foi com Levir Culpi, no primeiro semestre de 2014. Após esse período, nove treinadores passaram pela Cidade do Galo, e nenhum deles armou a equipe com três defensores.

Pode-se se dizer que o Alvinegro está sempre surpreendendo a todos. Logo após a demissão do técnico Levir Culpi, em abril deste ano, após péssima campanha na fase de grupos da Libertadores, Santana assumiu interinamente e comandou o Atlético no segundo jogo da final do Campeonato Mineiro, contra o Cruzeiro. A primeira partida havia sido vencida pelo rival por 2 a 1, no Mineirão. Na partida de volta, o Galo já mostrava outra postura para o torcedor, e quase conseguiu levar o jogo para os pênaltis, contudo, em uma penalidade assinalada no tempo normal, com consulta ao VAR, fez com que o artilheiro Fred desse o título à raposa.

Partindo dessa análise, podemos comparar com o jogo desse último domingo. Uma equipe que vinha de uma derrota em casa para o Vasco, surpreendeu a todos na partida contra o Palmeiras. Em entrevista coletiva na Cidade do Galo na última semana, o comandante alvinegro afirmou que não daria pra jogar de igual para igual contra o alviverde. Tendo em vista isso, Rodrigo lançou em campo  Iago Maidana, Leonardo Silva e Igor Rabello. Resultado? Bom primeiro tempo, com anulação de jogadas do Palmeiras e gol do meia Nathan, que vem ganhando chances com a lesão do volante titular, Jair.

Ademais, essa formação proporcionou elogios ao meia Nathan, que conseguiu se soltar nessa formação com três zagueiros. Contudo, como visto em outras partidas, o Galo não retornou bem para o segundo tempo. Faltando poucos minutos para o apito final, Dudu marcou o gol de empate para os donos da casa.

Em entrevista coletiva, o zagueiro Léo Silva aprovou o esquema utilizado por Rodrigo Santana, e revelou que é necessário na atual fase do time.

“Estamos atravessando uma situação delicada. Adotamos um método de jogo conservador para que a gente consiga passar equilíbrio nesses jogos difíceis que nós temos pela frente. Com isso, precisamos pontuar e, mais a frente, conseguir ousar um pouco mais, principalmente nós jogos em casa, para que a gente consiga subir na tabela”, ressaltou.

(Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
(Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

O Atlético-MG volta a campo novamente nesta quinta-feira (10), pelo Campeonato Brasileiro, contra o Flamengo, às 20h. Apesar de vários desfalques da equipe rubro-negra, Rodrigo Santana promoverá novamente a entrada de três zagueiros, afim de suportar a provável pressão do Maracanã.

VAVEL Logo