Após bater Fluminense, Jair Ventura repete que um jogo não tem apenas 45 minutos
Foto: Anderson Stevens/Sport Recife

Após vencer, no sufoco, o Fluminense, por 1 a 0, o Sport se viu mais tranquilo na tabela. O treinador Jair Ventura concedeu entrevista coletiva e iniciou falando sobre a pressão imposta pelo Fluminense, no segundo tempo.

“O jogo tem dois tempos e se eu falar só do segundo tempo, a gente esquece do primeiro. Um primeiro tempo onde a gente foi superior, um primeiro tempo onde com dois minutos a gente bota uma bola na trave, a gente tem outra bola na trave com Juba, a gente tem uma marcação alta onde a gente consegue roubar a bola e ter uma chance clara com o Mugni, e temos outra chance clara com o Barcia. Então não tem como a gente falar só do segundo tempo porque, no futebol, são dois tempos. Mas lógico que no segundo tempo a gente não manteve o mesmo desempenho, mas a gente tem que lembrar que, hoje, foi p primeiro jogo que nós não sofremos gols. (...) Hoje, ficou um copo meio vazio, meio cheio. (...) Mas a gente não pode esquecer que a equipe do Sport venceu hoje.”, Ressaltou Jair Ventura.

O técnico do Leão da Ilha também falou um pouco sobre o prazo de tempo maior que teve para treinar sua equipe e avaliou o desempenho de Hernane, que voltou à titularidade.

“É difícil fazer análises individuais, vale ressaltar que o Élton pediu pra sair, teve uma proposta e comunicou a gente que queria sair então a gente perdeu um dos nossos atacantes. O Hernane é um do nossos atacantes, assim como o Ronaldo, assim como o Rogério pode fazer um falso 9, então a briga é entre eles. Eu costumo dizer que o jogador que se escala, as oportunidades são dadas para eles, para que eles possam ter melhor performance e consigam segurar a camisa”.

Thiago Neves joga quando?

Jair revelou as possibilidades de contar com Thiago Neves já na partida de quarta-feira, ante o Corinthians, e disse os motivos de não escalar o meio-campo para a partida de hoje.

“Sobre o Thiago, ele chegou, a diretoria trabalhou muito bem para que pudesse regulariza-lo, mas ele acabou não tendo nenhum treino, sequer, junto ao grupo. (...) Agora, tendo um pouquinho mais de tempo, mas muito pouco porque esse jogo foi adiantado e a equipe do Corinthians não jogou nesta rodada, vamos fazer uma reavaliação para ver a possibilidade do Thiago poder fazer sua estréia, com nossa camisa”.

Sufoco, né, Jair?

Sobre o sufoco, Jair citou mudanças táticas que devem acontecer para que a equipe possa vencer as próximas partidas com mais tranquilidade.

“A gente queria vencer sem sofrer, como foi no Goiás, mas a gente tem equipes que vêm aqui para vencer também, como nós vencemos o Grêmio, como nós fizemos um grande jogo com o Palmeiras. (...) Eu já tenho 6 jogos e a gente não pode se esquecer do que passou, de tudo que foi bom. Quando pensar no nosso segundo tempo, hoje, lembre do jogo todo, de 90 minutos, contra o Goiás, o que nós fizemos, o controle de jogo, lembre do nosso jogo, jogando fora, contra o Coritiba.”, Finalizou o treinador.

O próximo compromisso do Sport (que se encontra na 10ª posição) é contra o Corinthians, como dito anteriormente, na quarta-feira, às 21h30.

VAVEL Logo