Cano marca dois contra Sport e mostra evolução de Sá Pinto no Vasco 
Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama

Com direito à quebra de jejum do artilheiro argentino, German Cano, o Vasco bateu o Sport em plena Ilha do Retiro. Os dois gols da partida foram marcados por Cano. Dessa forma, o argentino foi crucial para o bom resultado vascaíno no Nordeste, que, automaticamente, faz o time carioca respirar um pouco mais aliviado na luta conta o rebaixamento.

Estratégias

O Gigante da Colina foi para a partida com um esquema tático 3-4-3. A equipe cruzmaltina contou com Fernando Miguel no gol, Werley, Marcelo Alves e Ricardo Graça tiveram o papel de abrir o jogo pelos corredores, deixando os pontas e alas mais livres para verticalizar os ataques e cruzar para a área. As alas foram ocupadas por Léo Matos e Neto Borges, ambos buscando verticalizar os ataques e cruzar à área. Leonardo e Andrey povoaram o meio-campo, voltando para marcar quando o time perdia a bola e avançando a pressão quanto a posse estava com o alvinegro carioca. Benitez e Talles Magno caíram pelas pontas, dando velocidade ao ataque e auxiliando Cano, finalizando às vezes. O centroavante Cano ficou fixamente na área, finalizando as bolas e cabeceando nos chuveirinhos executados pelo Cruzmaltino.

O Sport buscou retomar o caminho das vitórias num 4-4-2. Mailson esteve sob as traves, Patric e Sander nas laterais, tiveram o papel de centralizar as bolas recebidas, Maidana e Adryelson ficaram fixos na marcação, subindo as linhas junto ao resto do time quando necessário. Márcio Araújo e Ricardinho fizeram os papéis de volantes, desarmando a chegada dos meio-campistas adversários e abrindo o jogo para Jhonatan Gómez e Lucas Mugni, que caíram pelas pontas e chegaram mais ao ataque. Thiago Neves jogou como um falso 9, tentando criar chances de gol na área adversária e Barcia fez o papel do centroavante que se movimenta um pouco mais.

Aos 24 do primeiro tempo, Cano marcou seu primeiro gol na partida! Leonardo passou para o atacante, que chutou direto no gol, sem chances para Mailson.

Aos 46, Barcia chutou por cima do gol e desperdiçou grande chance de empatar a partida para o Sport.

Depois do intervalo...

Pelo segundo tempo, as equipes esfriaram mais um jogo que já parecia ser a solução do aquecimento global.

Aos 9 minutos, Cano recebeu cruzamento e marcou para o Vasco. A conclusão foi anulada como impedimento, mas recebeu sua validação com o VAR! 2 a 0 para o Vasco da Gama.

Aos 18, Marquinhos chutou no cantinho de Fernando Miguel e viu a bola ir para fora.

Ao fim da partida, o Sport manteve 63% da posse de bola do jogo, enquanto o Vasco apenas 37%. Apesar disto, o Vasco manteve dominância, com 14 finalizações (4 delas ao gol), contra 13 do Sport (3 ao gol).

Próximos compromissos

O Vasco terá pela frente um Fortaleza “renovado”, na quinta-feira (19), após chegada de Marcelo Chamusca. Já o Sport, enfrentará o Atlético Goianiense, nesta segunda-feira (23), em casa. Ambas as partidas serão realizadas pelo Brasileirão.

VAVEL Logo