América-MG faz belo primeiro tempo, mas toma gol do Avaí e
perde título da Série B no saldo de gols
Coelho terminou a Série B como vice-líder (Foto: Mourão Panda/América-MG)

O tricampeonato da Série B do Campeonato Brasileiro não foi possível desta vez para o América-MG. O time mineiro venceu o Avaí por 2 a 1, no Independência, mas perdeu o título no saldo de gols para a Chapecoense (21-20), que venceu o Confiança por 3 a 1, em Chapecó. Ambas equipes terminaram a competição com 73 pontos.

A partida já tinha terminado em Belo Horizonte, o Coelho estava na 1ª posição, porém um pênalti aos 50 minutos da etapa final deu o título para os catarinenses. Os jogos ocorreram simultaneamente na noite desta sexta-feira (29).

América-MG com domínio total no primeiro tempo

Pelas circunstâncias, o jogo no Independência tinha grandes expectativas. E logo aos quatro minutos, pênalti para o Leão. Na cobrança, Matheus Cavichiolli defendeu o chute de Alemão. Fato que deu pilha para o América-MG em campo.

A resposta veio três minutos depois. Num belo passe de Alê dentro da área, Rodolfo soltou uma bomba de primeira e abriu o placar. Depois disso, só deu Coelho. O Avaí teve bastante dificuldade em sair jogando na defesa, enquanto o time de Lisca pressionava, e bem.

Tal pressão que resultou no segundo gol, aos 22 minutos. Numa jogada clássica de Ademir, cortando pro meio e batendo com a perna esquerda, o atacante americano aumentou a vantagem: 2 a 0.

Avaí cresce no segundo tempo e atrapalha o Coelho

Na etapa final, o técnico Claudinei Oliveira promoveu a entrada de Valdívia, que conseguiu organizar o meio de campo do Leão durante o jogo. O América-MG começou tomando a iniciativa, mas se desconcentrou e os visitantes cresceram na partida.

O gol de honra do Avaí saiu aos 16 minutos. Em uma bola cruzada de Iury, Getúlio se impôs na área e cabeceou: 2 a 1. Depois do gol, o Coelho perdeu qualidade no ataque durante vários minutos. No entanto, aos 43 minutos, Ademir teve a oportunidade de fazer mais um e deixar o título em Minas Gerais, mas ele acabou perdendo uma grande chance dentro da área.

Ao final da partida, a maioria dos atletas do América-MG foram a um monitor acompanhar o jogo em Chapecó, e assistiram Anselmo Ramon converter o pênalti que deu o título à Chape.

Como terminou

O América-MG acabou terminando a competição na vice-liderança, com 73 pontos e saldo de gols +20, conforme já anunciado. O que chama atenção é o equilíbrio apresentado pelo time de Lisca e a Chape: 20 vitórias, 13 empates e cinco derrotas para ambos os lados.

Já o Avaí havia entrado em campo com 3% de chance de acesso, pois dependia da vitória, além de uma derrota do Juventude – que não ocorreu – e, no máximo, um empate do CSA – que se concretizou.

Porém, dadas as situações, o Leão acabou encerrando a competição na nona posição, com 55 pontos somados.

VAVEL Logo