Em ritmo de treino, Flamengo domina, bate Sport e cola no G-4 do Campeonato Brasileiro
(Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)

Nesse domingo (15), no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, Flamengo e Sport se enfrentaram pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com uma atuação segura, o atual bicampeão brasileiro venceu por 2 a 0, se recuperou da goleada sofrida para o Inter na rodada anterior, e ficou mais perto do G-4. Já a equipe pernambucana, primeiro time fora do Z-4, pode terminar a rodada até na 18ª colocação.

  • Flamengo abre o placar, pressiona, mas pouco cria na primeira etapa

Antes da bola rolar, Louzer já teria a primeira baixa, com Rafael Thyere sentindo o tendão de Aquiles, e tendo que ser substituído em cima da hora. A primeira chance da partida foi da equipe carioca, que teve a chance de abrir o placar aos 2 minutos, após cruzamento perfeito de Everton Ribeiro buscando Bruno Henrique, mas Maílson saiu na hora certa e ficou com a bola. Explorando as laterais, especialmente a direita, o Rubro-Negro da Gávea pecava no último passe, mas encontrava liberdade para chegar até a linha de fundo.

Aos 10 minutos, Arrascaeta recebeu na esquerda e cruzou na medida para Bruno Henrique, que tocou de cabeça na saída do goleiro, abrindo o placar, Fla 1 a 0. O gol animou a equipe da casa, que seguiu em cima, Filipe parou em Maílson e aos 18, após uma blitz na área pernambucana, Isla tocou para João Gomes, que chegou batendo pro fundo do gol, mas após revisão do VAR, foi assinalado o impedimento do lateral chileno, mantendo a vantagem mínima para o Flamengo.

Enquanto o gol era revisado, Gustavo Oliveira sentiu e foi substituído por Everton Felipe. O gol anulado diminuiu o ritmo carioca, mas não tirou o controle da partida das mãos dos comandados de Renato Gaúcho. Porém, as finalizações pararam em Maílson, que não teve que fazer nenhuma nova defesa difícil até o intervalo. Do outro lado, porém, Diego Alves apareceu no último lance da primeira etapa, para fazer uma grande intervenção em cabeçada de Pedro, contra o próprio gol, mas o placar seguiu 1 a 0 para os vestiários.

  • Flamengo define no começo, roda o elenco mas vê Pedro manter seca de gols

As duas equipes voltaram sem mudanças para a segunda etapa e, logo no primeiro minuto, Arrascaeta prendeu a bola para a passagem de Isla, que cruzou na medida para Everton Ribeiro, o meia chutou mascado mas a bola desviou em Ronaldo Henrique e matou Maílson, ampliando para o Flamengo: 2 a 0. A partir do segundo gol, o que já era sob controle, apesar da diferença mínima, ficou ainda mais dominado pelo time carioca.

Tentando deixar o posto de pior ataque do campeonato, e em busca de um ponto valioso em Volta Redonda, o Leão promoveu as entradas de Tréllez e Hernanes, que fez sua estreia pela equipe. Aos 11, na única boa chance criada pela equipe pernambucana, Zé Welison arriscou de fora da área, a bola quicou na frente de Diego Alves, que ainda espalmou, a bola caiu no travessão e Isla afastou o perigo. No lance, o chileno ficou sentindo a panturrilha e foi substituído minutos depois por Matheuzinho.

Aos 20, o jovem lateral recebeu de Arrascaeta, arrancou e chutou para boa defesa de Maílson. Com o passar do tempo, e a vitória bem encaminhada, Renato começou a rodar elenco, e voltou a dar minutos para o jovem Lázaro, além de Vitinho e Michael. O trio entrou bem na partida, e tentou fazer com que Pedro encerrasse o jejum de cinco jogos sem marcar, sua maior seca de gols no Fla, mas não era a tarde do camisa 21.

Primeiro, aos 37, Vitinho cobrou escanteio na primeira trave, Pedro cabeceou firme mas parou em grande defesa do goleiro do Sport. Cinco minutos depois, o artilheiro recebeu livre na entrada da área, hesitou mas conseguiu boa finalização que passou tirando tinta da trave pernambucana. Até que aos 46, Michael cruzou pela direita, Pedro se antecipou na pequena área e enfim estufou a rede. Porém, o gol foi anulado, dessa vez em campo, por impedimento, e confirmado pelo VAR. Depois, só restou esperar o apito final de Raphael Claus. O Flamengo se recuperou da goleada sofrida contra o Inter, enquanto o Sport pode terminar a rodada na zona de rebaixamento.

VAVEL Logo