Em jogo bem disputado e com gol no fim, Coritiba e Confiança ficam no empate pela Série B
Foto: Lucas Almeida / ADC

Com as duas maiores invencibilidades até esta rodada na Série B, Coritiba e Confiança se enfrentaram nesta terça-feira (28), às 21h30, pela 27ª rodada da competição. A partida foi realizada no estádio Couto Pereira, em Curitiba/PR, e teve um contraste de sistemas de jogo bem evidente. No fim, placar de 1 a 1, gols marcados por Nirley e Willian Alves, que não resumiu tão bem o desempenho dos dois times.

Estratégias das equipes

O técnico Gustavo Morínigo foi com força máxima para o confronto e ainda contou com o retorno do experiente volante Willian Fatias. Com isso, optou em escalar o Coxa no 4-2-3-1, com: Wilson, Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias e Matheus Sales; Igor Paixão, Robinho e Rafinha; Léo Gamalho.

Reservas: Alex Muralha, Wellington Carvalho, Matheus Alexandre, Romário, Jhony, Val, Gustavo Bochecha, Biel, Valdeci, Waguininho, Gui Azevedo e William Alves.

Já o treinador Luizinho Lopes, ainda com alguns desfalques por lesão, contou com o retorno do meia Álvaro que cumpriu suspensão automática contra o Operário-PR. Com isso, o Dragão foi a campo no 4-3-3 tradicional com: Rafael Santos, Jonathan Bocão, Nirley, Adalberto e João Paulo; Madison, Jhemerson e Álvaro; Willians Santana, Ítalo Melo e Lohan.

Suplentes: Michael, Vinícius Santana, Vinícius Barba, Lucas Sampaio, Fernando Medeiros, Tiago Reis, Neto Berola, Robinho e Rafael Vila.

Domínio territorial x Eficiência ofensiva

Como esperado pela postura tática dos dois times, o Coritiba iniciou o confronto tentando pressionar e em alguns momentos conseguiu chegar. As principais jogadas surgiram por meio da insistência pelos lados do campo, visto que os visitantes povoaram bem o meio. Mas, o exagero nos cruzamentos buscando Léo Gamalho tornaram a força ofensiva previsível.

Ainda assim, o centroavante do Coxa conseguiu levar a melhor sobre a defesa do Dragão e assustar os comandados de Luizinho Lopes. Foram duas chances reais de gol. Primeiro aos 11 minutos após boa jogada de Rafinha, finalização de Léo Gamalho e boa defesa de Rafael Santos e depois aos 14 minutos quando o próprio camisa nove do Coritiba desviou de primeira após cruzamento de Henrique e acertou o travessão.

Os comandados de Luizinho Lopes, apesar da postura mais reativa, conseguiram manter a compactação defensiva, assim como vinha acontecendo nos últimos jogos. Nirley comandou o miolo de zaga, cortando boa parte das jogadas, principalmente em bolas aéreas.

E foi justamente na bola aérea que o capitão do azulino mudou o placar da partida, desta vez em seu campo de ataque. Aos 20 minutos João Paulo cobrou escanteio curto, recebeu de volta e fez belo cruzamento na segunda trave para o xerife dos sergipanos testar para o fundo das redes do goleiro Wilson.

A partir da abertura do placar o Dragão recuou mais as linhas, deixando a posse em controle do Coxa Branca. Entretanto, os mandantes pouco conseguiram achar espaços para criar jogadas de perigo e manteve a insistência nos cruzamentos, facilitando o corte por parte do sistema defensivo sergipano.

Antes do intervalo ainda houve um grande susto para o Confiança após Igor Paixão receber no ataque e tentar toque de cobertura ao notar Rafael Santos adiantado. No mais, ficou nisso e as duas equipes foram para o intervalo com vitória parcial dos visitantes.

Ataque contra defesa e gol no fim

Na volta do intervalo o Confiança veio com alteração tática. Willians Santana saiu para a entrada de Rafael Vila. Com isso, o Dragão passou a atuar num 4-5-1, deixando só Lohan na frente e fechando ainda mais o meio-campo. Já o Coritiba mudou peças, mas não mexeu na parte tática.

O cenário permaneceu o mesmo da primeira etapa. Domínio territorial do Coritiba, mas forçando muito as bolas alçadas na área. Porém, o domínio territorial fez parte da estratégia dos visitantes, que abriram mão da posse de bola para manter o sistema defensivo compacto e arriscar nos contra-ataques.

O ponto fraco dessa estratégia do Dragão foi justamente a parte ofensiva. O contra-ataque pouco encaixou, o que fez com que o resultado ficasse perigoso. Em uma das oportunidades que a jogada encaixou, Rafael Vila recebeu bom passe aos 14 minutos, fez a infiltração e finalizou pra fora.

Durante boa parte do segundo tempo o sistema defensivo do Confiança prevaleceu sobre o ofensivo dos mandantes. Os espaços defensivos foram bem preenchidos, forçando o Coxa a cruzar bolas na área. Foi justamente com um cruzamento que saiu o gol de empate dos paranaenses. Aos 46 minutos Léo Gamalho cruzou e Willian Alves subiu para cabecear e empatar a partida.

Classificação e próximos adversários

Com o resultado o Coritiba fica na primeira posição, com 53 pontos conquistados. Agora os paranaenses mudam as atenções para enfrentar o Remo, na segunda-feira (4), às 20h, fora de casa. Já o Confiança fica na 19ª colocação, com 22 pontos ganhos e precisa focar no próximo embate diante do Vasco da Gama, domingo (3), às 18h15, na Arena Batistão, em Aracaju/SE.

 

Standings provided by SofaScore LiveScore
VAVEL Logo