Sonho (quase) impossível: Confiança precisa de arrancada improvável para escapar do rebaixamento
Luizinho Lopes terá muito trabalho para alcançar o objetivo do Confiança (Foto: Lucas Almeida / ADC)

Na rodada anterior da Série B, 23ª, o Confiança foi até o Rio Grande do Sul e empatou com o Brasil de Pelotas em 1 a 1, na última terça-feira (7). Com isso, quebrou a série de seis derrotas seguidas na competição. Em contrapartida, deixou mais dois pontos no caminho que  seriam cruciais se ainda almejar escapar do rebaixamento.

Situação atual

Nos 23 jogos disputados o Dragão do Bairro Industrial somou apenas 14 pontos e, por conta disso, ocupa a última colocação da segunda divisão.  No total, são apenas três triunfos, cinco empates e 15 derrotas. Tem a pior defesa disparada com 37 gols sofridos e o sétimo pior ataque, com apenas 21 bolas nas redes adversárias.

Junto a isso está a mudança constante no elenco, já que até o momento estão chegando reforços, sendo o volante Vinícius Barba e o zagueiro Adalberto as últimas aquisições mesclada à queda técnica gritante ao time que disputou a Série B 2020, e, por fim, a mudança na comissão técnica. Luizinho Lopes é o terceiro comandante azulino na temporada e o segundo na competição nacional. Anteriormente, Daniel Paulista e Rodrigo Santana eram os técnicos.

O que precisa para escapar?

Bom, ainda restam 15 rodadas a serem disputadas pelo time sergipano. Levando em consideração que cada vitória resulta em três pontos, são 45 ainda em disputa. Anualmente a média de pontuação para se manter na divisão, tanto se tratando de Série A como Série B, é de 45 pontos. 

Mas, essa média pode se alterar de acordo com o desempenho ao longo do campeonato obviamente. Em 2020 o último time na zona de rebaixamento foi o Figueirense, que caiu com 39 pontos, enquanto o primeiro fora da zona foi o Náutico, com 44. Ou seja, em 2020 a pontuação mínima para escapar seria de 40 pontos, cinco a menos que a média.

Foto: Lucas Almeida / ADC

Em 2019, por exemplo, a pontuação mínima foi a mesma de 2020. O Londrina foi o último clube na zona de rebaixamento, com 39 pontos, mantendo a mínima de 40 no ano posterior. 

Trazendo para o contexto atual, o Confiança somou 14 pontos até aqui e o primeiro time fora da zona de rebaixamento é o Vila Nova com 23 em 22 jogos disputados. Com isso, espera-se que a pontuação mínima seja mais uma vez abaixo dos 45 pontos. O que tornaria menos improvável a salvação, apesar de ainda precisar de um milagre.

Para chegar aos 40 pontos, que foi o suficiente nos dois últimos anos, o Dragão do Bairro Industrial precisa de mais 26. Traduzindo em vitórias e desprezando a possibilidade de empate, significa alcançar mais nove vitórias para buscar 27 e até ultrapassar a marca dos 40.

Lógico, há de se levar em consideração que empates como da última rodada podem e devem acontecer, mas, neste momento o time sergipano precisa buscar a recuperação o mais rápido possível. As rodadas passam, os pontos ficam para trás e o rebaixamento se aproxima. Nove vitórias em 15 jogos restantes é, sem dúvida, um aproveitamento de time campeão.

VAVEL Logo