Em jogo equilibrado, Confiança supera Operário e diminui distância para saída do Z-4
Foto: Lucas Almeida / AD Confiança

Precisando voltar a vencer na Série B, Confiança e Operário-PR se enfrentaram neste sábado (25), às 17h30, na Arena Batistão, em Aracaju/SE, pela 26ª rodada da competição. Em partida fraca tecnicamente e equilibrada, o Dragão venceu por 1 a 0 com gol de Madison e segue vivo na briga contra o rebaixamento.

Estratégias

O técnico do time mandante, Luizinho Lopes, mandou o Dragão a campo com uma escalação bem ofensiva, já que o meia Álvaro cumpriu suspensão por acúmulo de cartões amarelos. Com isso, a formação escolhida foi o 4-3-3, com: Rafael Santos, Jonathan Bocão, Nirley, Adalberto e João Paulo; Madison, Jhemerson e Ítalo Melo; Neto Berola, Willians Santana e Tiago Reis.

Já o treinador Matheus Costa, do Fantasma, foi forçado a fazer duas alterações por suspensão, casos de Djalma Silva e Rodolfo. Por outro lado, Leandro Vilela conseguiu ir a campo apesar de ser dúvida antes de bola rolar. Com isso, o time paranaense foi a campo num 4-2-3-1 com: Simão, Alex Silva, Fábio Alemão, Reniê e Fabiano; Marcelo e Leandro Vilela; Thomaz, Rafael e Marcelo Oliveira; Paulo Sérgio.

Dragão respira com gol no fim

O primeiro tempo começou com superioridade do Operário. Logo aos dois minutos Leandro Vilela finalizou de fora e Rafael Santos fez bela defesa para salvar o Confiança. 

A superioridade dos paranaenses tem explicação tática. Com a ausência de Álvaro, suspenso, Luizinho Lopes escalou o Dragão com Neto Berola no lugar do meia. Com isso, foram quatro atacantes em campo. Berola, Willians Santana e Ítalo Melo revezaram as posições no campo, com Ítalo tentando ser o mais centralizado.

Com as opções os dois volantes do azulino ficaram sobrecarregados, com os paranaenses recuperando muitas bolas na saída de jogo. Mas, mesmo assim, os mandantes conseguiram equilibrar mais a partida, apesar da ausência de chances claras de gols criadas. Com isso, os dois times fora para o intervalo com o zero no placar.

Para o segundo tempo, o time sergipano voltou com alteração. Willians Santana deu lugar a Rafael Vila, que ajudou a recompor melhor, dando apoio a Madison e Jhemerson na saída de bola.

Ainda aos oito minutos pênalti para o Confiança por falta de Rafael em João Paulo na área. A bola passou de pé em pé no meio-campo, muito em função da nova compactação, até a infração dentro da área. O VAR chamou para rever o lance, mas o árbitro confirmou a penalidade.

Somente cinco minutos depois a cobrança foi autorizada, para Tiago Reis cobrar mal no canto esquerdo, Simão cair para defender e na sequência segurar firme para evitar qualquer tipo de rebote para o ataque azulino.

Após o pênalti desperdiçado o jogo caiu de ritmo, com os dois times tendo pouca criatividade e chances reais de gol. Mas, quando a chance clara apareceu o placar foi alterado em favor dos mandantes.

Aos 37 minutos Jhemerson cruzou falta na área, Simão saiu para socar mas se chocou com o companheiro do próprio time e Madison chegou para cabecear para o fundo das redes e abrir o placar para o Confiança.

Classificação e próximos adversários

Com o resultado, o Confiança ficou na 19ª colocação com 21 pontos conquistados até aqui na Série B, seis atrás da saída do Z-4. Agora, o Azulino vira as atenções para o confronto diante do líder Coritiba na próxima terça-feira (28), às 21h30, no estádio Couto Pereira.

Já o Operário ficou na 12ª posição com 34 pontos ganhos na competição, dez atrás do CRB, quarto colocado. O próximo compromissos é contra o Vila Nova na próxima terça-feira (28), às 21h30, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiás.

VAVEL Logo