De virada e com gol polêmico, Vila Nova vence o Brusque pela Série B
Foto: Divulgação/Vila Nova

O Vila Nova derrotou o Brusque em 3 a 2, mas o time da casa reclama do segundo gol do Colorado, marcado em um pênalti duvidoso. Além disso, o jogo deste domingo (24), da 32ª rodada do Brasileirão Série B, foi um divisor de águas para ambas equipes - houve polêmica e virada da parte dos visitantes no Augusto Bauer.

Análise tática

O Vila Nova se portou melhor taticamente, mas o gramado ruim atrapalhou bastante. O Brusque vive uma fase ruim, mesmo tendo o artilheiro do campeonato, o que bota pressão na questão tática.

O técnico Wagner Dias armou seu time defensivamente em um 5-3-2, com bastante marcação, mas não foi o suficiente para evitar que a equipe tomasse gols. Já ofensivamente, se portou em um 3-3-4, com Edu sendo o líder do ataque, mas sem muita efetividade.

Já o técnico Higo foi bem mais tático, alternando em muitas posições. Ofensivamente ficou em um 3-1-2-4, com um apoio muito grande no ataque e com uma presença de área em massa. Pelo lado defensivo, ficou em um 5-2-1-2, com uma consistência defensiva boa, mas que falhou individualmente e acabou apertando o placar.

Virada e polêmica

No início do jogo, aos 14 minutos, Maurício Garcez abriu o placar para o Brusque, com assistência do zagueiro Claudinho. No entanto, o Vila Nova se lançou para o ataque, o que complicou a vida dos mandantes.

Com isso, pouco tempo depois, aos 26 minutos, após escanteio cobrado por Dudu, Clayton empatou para o Vila Nova, que tinha menos posse de bola, mas chutava mais em direção do gol.

Posteriormente, a bola tocou no braço do atleta do Brusque em um lance na área. Com ajuda do VAR, o árbitro Alisson assinalou a penalidade, para reclamação do time da casa. Clayton pegou a bola e virou para o Vila Nova: 2 a 1. Dessa maneira, a primeira etapa acabou no mesmo placar, com uma grande superioridade dos visitantes.

Logo no terceiro minuto, Diego Tavares mandou mais uma para a rede, ampliando em 3 a 1 para o Vila Nova. Depois disso, o Brusque foi mais ao ataque, tentando diminuir.

Georgemy trabalhou bem e estava atento para evitar que o Brusque marcasse mais uma vez. Edu, atacante dos mandantes e artilheiro da Série B, desperdiçou algumas chances que poderiam ajudar sua equipe.

Aos 43 minutos, Tony foi oportunista após erro de Kallyl, fazendo o segundo do Brusque, colocando fogo no final do jogo. No entanto, a partida acabou em 3 a 2 para o Vila Nova.

Destaques da partida

Os destaques da partida do Brusque e Vila Nova foram: Garcez e Tony, dos mandantes, e, Clayton, Diego Tavares e Georgemy, pelos visitantes.

Classificação e próximos jogos

Coma a derrota, o Brusque fica em 16º colocado, com 35 pontos, três a mais que o 17º. Dessa maneira, a próxima partida da equipe é contra o Náutico, na terça-feira, 2 de novembro, às 16h (horário de Brasília), no estádio Augusto Bauer.

Com a vitória, o Vila Nova elimina qualquer chance de rebaixamento para a Série C - está em décimo, com 42 pontos. Os próximos confrontos da equipe são contra o Aquidauanense, pela Copa Verde, e contra o Cruzeiro, na Série B.

VAVEL Logo