Com Morumbi lotado, São Paulo bate Palmeiras em jogo de ida na final do Paulistão
Foto: Divulgação / São Paulo FC

Na noite desta quarta-feira (30), São Paulo e Palmeiras fizeram o primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista. Partida aonde o tricolor conseguiu abrir boa vantagem de três gols com Calleri (2x) e Pablo Maia, mas antes do fim da partida, Raphael Veiga diminuiu para a equipe alviverde, e o jogou finalizou em 3 a 1. 

São Paulo sai na frente

O Palmeiras começou a partida tentando surpreender o São Paulo, usufruindo de jogadas rápidas pelas pontas, depois de algumas tentativas má executadas, aos 9, o time alviverde levou perigo, quando Piquerez driblou Rafinha e cruzou rasteiro para Veiga, que bateu de primeira, mas a bola passou pertinho da trave.

Dois minutos depois, o São Paulo conseguiu sair do sufoco palmeirense, e Igor Gomes virou a jogada para Welington, o lateral cruzou rasteiro para trás, e Alison sozinho, dominou e arrumou o corpo para finalizar, a bola beija o travessão e vai para fora.

Aos 20, Raphael Veiga da belo drible deixa do Pablo Maia no chão, avançou pelo lado direito e cruzou para a área, Dudu tentou dar toque de letra, mas acaba furando, a bola seguiu em direção ao gol, e Jandrei que estava ligado, fez linda defesa evitando o gol do Palmeiras.

Após os 21 minutos, a partida começa a ficar mais pegada e com muitas faltas, com isso, ambas as equipes começaram a ter menos chances claras de gols.

Só aos 38, volta a ter lances perigosos na partida, quando Rony foi até o fundo e cruzou para o meio da área, a bola rebateu e sobrou para Dudu, que mata no peito para tentar o chute, mas o zagueiro Diego Costa estava esperto e chegou antes do atacante finalizar, e afastou o perigo da área São Paulina. 

Antes do fim do primeiro tempo, o árbitro marcou pênalti para o São Paulo, após cruzamento, a bola tocou no braço de Marcos Rocha dentro da área do Palmeiras, o árbitro revisou o lance no VAR e confirmou a penalidade. Calleri foi para cobrança, bateu firme no canto direito, Weverton não saiu nem na foto, e o argentino abriu o placar no Morumbi: 1 a 0.

E assim se encerrou o primeiro tempo, em uma partida que se encontrava pegada e com muitas faltas, e poucas chances de gols, o São Paulo foi para o intervalo vencendo por 1 a 0, após pênalti nos últimos minutos. 

A vantagem é tricolor na final

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro acabou, com o jogo pegado e com poucas chances de gols, as poucas que teve foram por parte do São Paulo, mas a equipe pecava na hora da finalização ou tomava a decisão errada no último passe.

Mas aos 18, Rodrigo Nestor  fez boa jogada pelo fundo e rolou a bola para trás, Pablo Maia bateu firme de fora da área, a bola desviou em Murilo e acabou enganando o goleiro Weverton, e morrendo no fundo das redes, ampliando o placar para o tricolor em 2 a 0.

Após o segundo gol sofrido, o Palmeiras tentou trabalhar a bola para chegar ao gol, mas sem êxito. E aos 35, quem conseguiu chegar novamente ao gol foi o São Paulo, que na batida de escanteio do Nikão, o Igor Gomes desviou na primeira trave, e bola sobrou para Calleri, que apareceu sozinho na pequena área e mandou para rede, fazendo o terceiro gol do tricolor: 3 a 0.

Aos 39, o Palmeiras conseguiu diminuir o prejuízo, após falta pelo lado direito, Raphael Veiga cobrou direto para o gol, a bola desviou na defesa do São Paulo e morreu na rede de Jandrei: 3 a 1.

Antes do fim da partida, o Palmeiras esboçou uma reação e tentou chegar ao segundo gol, a equipe do São Paulo conseguiu neutralizar bem o ataque dos palmeirenses e a partida terminou em 3 a 1 para o tricolor.

São Paulo venceu e fez a festa de 60 mil São Paulinos presentes no Morumbi, agora o tricolor levará uma boa vantagem de dois para o jogo de volta, e o Palmeiras tentará de tudo para reverter este placar. A decisão será domingo (03), às 16h, no Allianz Parque.

VAVEL Logo