São Paulo recebe Palmeiras na ida da final do Campeonato Paulista
Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Na noite desta quarta-feira (30), começa a grande decisão do Paulistão! A bola rola às 21h40 no Estádio do Morumbi para São Paulo e Palmeiras, valendo pela ida da grande final. A partida é uma reedição do Majestoso na final de 2021, quando o Tricolor saiu campeão da competição.

Os dois times tem um retrospecto de equilíbrio, tanto em jogos gerais, quanto em decisões valendo taça, sejam em pontos corridos ou mata-matas, além de outro equilíbrio em decisões que não sejam finais. Você pode conferir todos esses números e o que levou cada um deles aqui!

Em busca do Bi!

O São Paulo, já na fase de “mata”, eliminou o São Bernardo nas quartas de final, vencendo por 4 a 1, na terça-feira (22), de virada, pois Matheus Davó abriu o placar, Nestor empatou, Pablo Maia virou e Marquinhos e Calleri transformaram em goleada.

Na semifinal, no último domingo (27), o São Paulo eliminou o Corinthians, com gols de Welington e Alisson, enquanto o Timão descontou com no final, fechando o placar em 2 a 1.

Em coletiva pré-jogo que aconteceu na última terça-feira (29) junto com os capitães das equipes e com Abel Ferreira, Rogério Ceni elogiou o time do Palmeiras e projetou as duas finais: “Dentro da nossa casa, sabemos que enfrentar o Palmeiras no domingo só com a torcida palmeirense é difícil, por isso vamos tentar a vitória. É um confronto em que as duas equipes tentam a vitória no seu sistema, mas os dois tentando a vitória a todo custo. Ninguém ganha Libertadores por acaso, mas ganha com administração de grupo, trabalho”.

Rogério Ceni terá apenas um desfalque para essa partida. Gabriel Sara é o único nome que fica fora, por lesão. Arboleda tem chances de voltar após jogar com a Seleção do Equador.

Com isso o provável time do São Paulo para entrar na final é: Jandrei, Rafinha, Diego Costa, Léo (Arboleda) e Welington; Pablo Maia, Rodrigo Nestor, Alisson e Igor Gomes; Eder e Calleri.

Por mais uma taça!

Abel Ferreira já se encontrou com a final do Paulista e foi derrotado, mas agora quer mais uma taça para sua coleção. Nas quartas de final o Palmeiras eliminou o Ituano, vencendo por 2 a 0 na quarta-feira (23), com gols de Raphael Veiga e Rony.

Já na semifinal, contra o Red Bull Bragantino, o alviverde venceu novamente, agora por 2 a 1, no último sábado (26), com Murilo abrindo o placar, Léo Realpe empatando e Rony fechando a vitória.

Na mesma coletiva Abel comentou sobre como será enfrentar o São Paulo mais uma vez no Morumbi: “Falando do adversário, vocês têm uma amostra do que foi o jogo lá (no Morumbi). Começou equilibrado e abrimos o marcador. Nosso adversário nos empurrou para trás, muito bem organizado, uma equipe que joga com muita gente por dentro, com jogadores jovens e experientes. Fico acima de tudo muito contente, porque estão as duas melhores equipes na final, o que nem sempre acontece. Isso mostra o mérito e o trabalho dos dois treinadores, dois elencos e dois clubes”.

Diferente de Rogério, Abel Ferreira terá mais desfalques, começando por Luan, que ainda está em transição física, além de Danilo, que tem um trauma na coxa e está fora da ida. Weverton é dúvida, com um trauma na mão após retornar mais cedo da Seleção Brasileira.

Sem esses jogadores o possível Palmeiras para a final é: Marcelo Lomba (Weverton), Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murlo e Piquerez; Jailson, Zé Rafael, Gustavo Scarpa e Raphael Veiga; Dudu e Rony.

Arbitragem e transmissão

Douglas Marques das Flores será o dono do apito no Morumbi, tendo Daniel Paulo Ziolli e Alex Ang Ribeiro como auxiliares para a final e Thiago Luis Scarascati como quarto árbitro. O VAR ficará a cargo de José Claudio Rocha Filho.

Por fim, a partida terá transmissão em todas as opções possíveis. Na TV aberta a Record transmite, no pay-per view o Premiere, no streaming o Paulistão Play, a HBO Max e o Estádio TNT Sports, além do YouTube do Paulistão e o tempo real aqui na VAVEL Brasil!

VAVEL Logo