Noite de Jacaré! Bahia conta com estreante para vencer Cruzeiro no segundo tempo
Foto: Felipe Oliveira/Bahia

Em divisões diferentes desde 2020, Bahia e Cruzeiro voltam a se enfrentar depois de dois anos. Pela primeira rodada da Série B, o Esquadrão conta com o banco para aplicar 2 a 0 na Raposa, na Arena Fonte Nova. Davó e Victor Jacaré, entraram juntos para estrear com a camisa tricolor. O primeiro deu assistência, enquanto o segundo marcou os tentos. 

Equilíbrio 

O reencontro entre os times começou disputado e truncado. A Raposa tinha a posse, enquanto o Esquadrão apertava na saída de bola. No entanto, as faltas atrapalhavam a fluidez desse início de primeiro tempo. Mas, foi assim que os comandados de Guto Ferreira criaram a primeira oportunidade de perigo. Rodallega cobrou falta tirando da barreira e a bola saiu com perigo por cima do travessão.

Após boa troca de passes envolvendo ambos lados do campo, Rafael Santos inverteu para Waguininho, que não dominou direito e deixou a redonda escapar. O atacante voltou a ter outra oportunidade, mas não soube aproveitá-la. Douglas Borel errou no recuo, entrega nos pés do camisa 11. Ele invadiu a área para finalizar. Danilo Fernandes cresceu e fez boa defesa.

Posteriormente, o Cruzeiro encontrou dificuldades para ameaçar a meta novamente, logo, o Bahia cresceu. Aos 19, Raí foi enfiado dentro da área, arrematando cruzado. Lucas Oliveira chegou a tempo para bloquear. Nos minutos finais, a precipitação atrapalhou um pouco. Marco Antônio disparou pela esquerda e cruzou rasteiro. Mais um pouco Rodallega, pelo meio, ou Raí, na segunda trave, poderiam ter escorado, mas a redonda passou por ambos até sair pela linha de fundo. Chances desperdiçadas de um lado, bem como no outro. Vitor Leque alçou, Edu acabou furando. Pedro Castro pegou a sobra da entrada da área. A bola tirou lasca do travessão.

Foto: Felipe Oliveira/Bahia
Foto: Felipe Oliveira/Bahia

Estreia de gala

A intensidade permaneceu no segundo tempo, principalmente os mandantes, aparecendo mais no ataque. Para tentar corrigir, Paulo Pezzolano trocou os pontas Vitor Leque e Waguininho por Vitor Roque e Daniel Jr. No mesmo espaço de tempo, o Esquadrão também foi obrigado a mexer. Rodallega sentiu e deu lugar a Davó. Raí também saiu. Victor Jacaré entrou em seu lugar.

Das substituições, melhor para o Ceará. Davó é colocado para correr, Victor Jacaré pediu na direita. Pedido atendido. A bola passou por toda área, o atacante, sem nenhuma marcação, bateu de primeira para o fundo do gol.

Aos 19, Edu encontrou Daniel Jr em boa posição dentro da área. Ele adiantou demais a bola ao tentar dominar. Ignácio rebateu logo em seguida. A noite definitivamente não estava para a Raposa. Tava mais pra jacaré. Canesin errou passe. Luiz Henrique deu o bote e lançou Jacaré em velocidade. O estreante da noite tirou da marcação e finalizou entre Rômulo e Wagner Leonardo, acertando o canto de Rafael Cabral. Davó, que também fazia sua primeira aparição com a camisa tricolor, por pouco não deixou o seu. O atacante recebeu no corredor e bateu cruzado. A bola tirou tinta da trave.

O que vem por aí

A segunda rodada começa na terça-feira (12). O Cruzeiro recebe o Brusque, no Mineirão, às 21h30 (de Brasília). Já o Bahia entra em campo na sexta-feira (15). O Esquadrão encara o Náutico, nos Aflitos, no mesmo horário.

VAVEL Logo