Broncos batem Patriots com final eletrizante e Peyton Manning está no Super Bowl 50
Defesa dos Broncos foi fundamental para conduzir o time à vitória (Foto: Reprodução/Denver Broncos)

Broncos batem Patriots com final eletrizante e Peyton Manning está no Super Bowl 50

Jogo foi decidido no último lance com interceptação dos Broncos durante conversão de 2 pontos de Brady. Broncos aguardam decisão entre Panthers e Cardinals

ewbayer
Enrique Bayer

O Denver Broncos bateu o New England Patriots por 20 a 18 na tarde deste domingo (24), jogando no Sports Authority Field at Mile High, em Denver, no Colorado. Peyton Manning e companhia esperam o vencedor entre Carolina Panthers e Arizona Cardinals para saber quem enfrentam no Super Bowl 50, a final da temporada da NFL.

Com boa atuação das defesas, especialmente do time da casa, o jogo foi decidido no último lance e Peyton Manning, de 39 anos, conduziu a franquia do Colorado ao oitavo Super Bowl da sua história.

Pelos Patriots, Tom Brady conseguiu 310 jardas e um touchdown, além de três interceptações. Rob Gronkowski terminou com 144 jardas e um touchdown. Pelos Broncos, Peyton Manning teve 176 jardas e dois TDs, Owen Daniels recebeu 33 jardas e os dois passes de Manning. Von Miller foi o destaque da defesa dos Broncos, com 2.5 sacks e uma interceptação.

Ataques terrestres inoperantes e boa atuação da defesa dos Broncos marcam o primeiro tempo

Na primeira campanha da partida, a defesa dos Broncos trabalhou bem, conseguiu pressionar Tom Brady, e forçou o New England Patriots ao punt.  Em resposta, Peyton Manning comandou a primeira campanha dos Broncos, que inaugurou o placar após conexão de 21 jardas com o tight end Owen Daniels.

Tentando responder, os Patriots foram prejudicados por uma falta de Sebastian Vollmer, que colocou o time numa terceira para dezesseis jardas. Tom Brady foi sacado por Derek Wolfe e veio o punt.

A campanha seguinte apresentou um lance curioso: turnover dos Broncos a partir de passe para trás e recuperação dos Patriots, que começaram atacando na linha de 23 jardas. Duas jogadas depois, Steven Jackson entrou na endzone para marcar o primeiro TD em playoffs na carreira. O empate estava nos pés de Stephen Gostkowski, que errou o primeiro extra point da carreira em pós-temporada e deixou o primeiro quarto em 7 a 6 para os Broncos.

A sorte parecia estar ao lado do time da casa. Von Miller interceptou Tom Brady para colocar Peyton Manning e companhia na linha de 16 jardas e o ataque soube aproveitar: Owen Daniels deu um baile em Jaime Collins e recebeu para marcar mais um touchdown, 14 a 6 para o time da casa.

A defesa dos Broncos continuava pressionando e na campanha após o touchdown, limitou os Patriots ao field goal, após sack de Von Miller em Tom Brady. Antes do chute, a campanha ainda presenteou os espectadores com uma corrida de 11 jardas de Brady.

Com o placar em 14 a 9, os Patriots buscavam uma reação, mas o jogo terrestre não ajudava e Brady era pressionado com frequência. Darian Stewart conseguiu a segunda interceptação dos Broncos, que não aproveitaram o turnover.

Os dois minutos finais ainda fizeram Denver pontuar mais uma vez: a defesa conseguiu frear o unidimensional ataque dos Patriots e o ataque colocou Brandon McManus em área de field goal para pontuar mais uma vez depois de um chute de 52 jardas. 17 a 9 e intervalo.

Jogo é decidido no último lance e coroa ótima atuação da defesa dos Broncos

New England voltou do intervalo com Tom Brady arriscando passes mais longos e quase marcando um touchdown, mas o time visitante teve que se contentar com um field goal e diminuiu a diferença para cinco pontos. Na campanha seguinte foi a vez de Peyton Manning correr: 12 jardas. Os dois quarterbacks tinham as corridas mais longas dos times até então.

As campanhas seguintes mostraram a importância das defesas na partida: tanto Brady quanto Manning foram derrubados, por Von Miller e Jamie Collins respectivamente. Os times trocaram punts, buscando a melhor posição em campo.

O último quarto começou com a posse de bola e uma boa corrida para os Broncos: C.J. Anderson avançou 30 jardas para colocar o time na redzone. Sem aproveitar o avanço, Denver abriu oito pontos após chute de 31 jardas McManus, 20 a 12.

Tentando empatar o jogo, os Patriots arriscaram uma quarta descida para uma jarda, mas pararam, mais uma vez, na atuação exemplar da defesa do time da casa. Com menos de seis minutos para o fim, Peyton Manning tinha a bola.

Querendo dar mais uma chance a Tom Brady, era a vez de a defesa visitante trabalhar bem. O camisa 12 dos Patriots agradeceu aos companheiros e conduziu a campanha até a linha de 14 jardas do campo de ataque. Com 2:25 no relógio, o time arriscou uma quarta descida para 6 jardas. O passe na endzone para Gronkowski foi incompleto e os Patriots reclamaram de falta.

Ainda assim, os Patriots conseguiram a última campanha da partida: começando no meio do campo, os Pats precisavam do TD e conversão de dois pontos para empatar o jogo. A campanha foi dramática com direito a grande avanço de Gronkowski numa quarta descida e outra quarta descida recebida por Gronk que virou touchdown.

O último ato, no entanto, colocou Peyton Manning no Super Bowl 50: apressado pela ótima defesa adversária, Brady mandou a bola para a endzone e foi interceptado. Os Patriots ainda tentaram o onside kick, mas não obtiveram sucesso.  

VAVEL Logo