Valtteri Bottas conquista pole position em Sprint Race no Brasil
Reprodução/Mercedes

Aconteceu nesta tarde de sábado (13) a Sprint Race do Grande Prêmio de São Paulo de Formula 1. Valtteri Bottas, que largou em segundo lugar, consegue uma ultrapassagem ainda na primeira curva e se mantém à frente do holandês Max Verstappen que terminou em segundo lugar. Carlos Sainz aparece logo atrás, em terceiro.  O resultado dessa “mini’ corrida, é o grid de largada para a corrida principal que acontece no domingo (14).

Com a desclassificação de Lewis Hamilton por irregularidades no carro, o piloto perdeu a pole position, que foi cedida ao seu rival, Max Verstappen, e largou em último para essa primeira corrida classificatória. 

Essa é a terceira corrida Sprint da temporada, as outras duas aconteceram na Inglaterra e em Monza, o piloto Valterri Botas foi um dos destaques. O finlandês, que largou em segundo lugar, conseguiu a liderança ainda antes da primeira curva, ultrapassando o piloto 33 da Red Bull, que também foi deixado para trás pelo espanhol Carlos Sainz

O piloto 55 da Scuderia Ferrari, contudo, só conseguiu segurar o segundo lugar por três voltas, logo depois perdendo a posição para o holandês. Em 3º, Sainz conseguiu defender a posição por toda a corrida, ficando entre os dois pilotos da Red Bull, já que Perez terminou em quarto lugar. 

Em oito voltas, Lewis já havia conseguido recuperar 9 posições, em dezesseis voltas, o britânico consegue o 8º lugar. No total foram 12 posições conquistadas. Hamilton utilizou bastante as retas durante a corrida. Era exatamente nas retas que ele conseguia abrir a asa móvel para ganhar velocidade e tomar posições.


Já na parte da frente da corrida, Max parecia utilizar a estratégia de esperar o Bottas desgastar o pneu para poder atacar. Por isso, manteve quase que por toda a corrida, uma distância de pouco menos de 1 segundo do primeiro colocado, se afastando cada vez mais do carro italiano que estava em terceiro lugar. 

Faltando apenas dez voltas para o final, Verstappen começou a atacar o Bottas, com apenas 0.5s de distância, contando com o desgaste dos pneus, porém o piloto mercedista defendeu sua posição, terminando a corrida em primeiro ugar, garantindo a pole position para o Grande Prêmio de São Paulo.


Desclassificação de Hamilton

Mesmo conseguindo a pole position na classificação da sexta (12), o britânico Lewis Hamilton é desclassificado da posição após uma denúncia do delegado técnico da FIA, Jo Bauer, em que apontava uma suposta irregularidade no DRS, mais conhecido como Drag Reduction System ou Sistema de Redução de Arrasto, que é a possibilidade de abrir a asa móvel traseira do carro. 

De acordo com o técnico, houve uma violação no DRS do carro de Hamilton e a equipe Mercedes foi convocada para uma reunião com os comissários ainda na sexta-feira. Porém, a resposta só chegou na manhã do sábado, após mais uma reunião com a Federação, que constatou a irregularidade e penalização do piloto. 

Apesar de conseguir chegar em quinto, Lewis Hamilton ainda tem mais uma penalização para pagar. Por conta de sua troca de motor, o piloto perde cinco posições no grid e larga em décimo nesse domingo. 

Multa para Verstappen

Após a denúncia de irregularidade feita por um dos delegados técnicos da FIA no carro 47 da equipe da Mercedes, um vídeo gravado por um torcedor mostrou o piloto Max Verstappen mexendo na asa traseira do carro de Lewis. 

O vídeo foi levado pela equipe britânica para os comissários para ser analisado. O piloto da Red Bull quebrou uma regra ao tocar no carro, mais conhecida como norma de Parque Fechado, que consiste que após a classificação, somente fiscais autorizados da FIA podem mexer ou tocar nos veículos. 

A penalidade foi de uma multa de 50 mil euros, que consiste em R$300 mil.

VAVEL Logo