Lewis Hamilton crava a pole para o GP da Turquia, mas Bottas larga na ponta
Foto: Divulgação / FIA

O qualifying do GP Turquia 2021 de Fórmula 1, neste sábado (09), foi inteiramente dominado pela Mercedes. Com os melhores tempos nos três treinos qualificatórios, Lewis Hamilton cravou a pole, com Valtteri Bottas sendo o pole na prática - já que o britânico foi punido pela troca do motor e largará na 11ª colocação. Max Verstappen, da Red Bull, foi o terceiro. 

O começo da sessão da Fórmula 1 2021, sobretudo, foi marcado pela pista úmida - condição que gradativamente foi mudando e que, no começo, causou escapadas no qualifying do GP Turquia.

Q1

O treino foi marcado por pista lisa (apesar da ausência de chuva e do tempo "apenas" nublado), causando diversas rodadas e escapadas ao longo do qualifying. O primeiro deles foi Carlos Sainz, da Ferrari, que rodou, mas conseguiu se manter na pista. 

Na dianteira, Pierre Gasly (Alpha Tauri), Lewis Hamilton (Mercedes), Max Verstappen (Red Bull) e o heptacampeão mundial, de novo, cravaram os melhores tempos - com o britânico encerrando a sessão na frente. Atrás, a grande decepção foi Daniel Ricciardo: o piloto da McLaren encerrou o Q1 na 16ª colocação, sendo o primeiro eliminado, com 1m25s881, com 0s094 atrás de Sebastian Vettel, da Aston Martin, o 15º. Os outros que não avançaram foram Nicholas Latifi (Williams, 17º), Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo, 18°), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo, 19º) e Nikita Mazepin (Haas, 20º).

Q2

Apesar do tempo abrindo rodadas e escapadas seguiram acontecendo. Sérgio Pérez, da Red Bull, Charles Leclerc, da Ferrari, e George Russell, da Williams, por exemplo, tiveram problemas com saídas do traçado. 

Na ponta, Valtteri Bottas, da Mercedes, era o líder até Lewis Hamilton, companheiro dele, anotar 01m23s082, melhor tempo do fim de semana. Lá atrás, sem Carlos Sainz, que não anotou volta alguma e foi o 15º, último do Q2, foram eliminados Sebastian Vettel (11º, Aston Martin), Esteban Ocon (12º, Alpine), George Russell (13º, Williams) e Mick Schumacher (14º, Haas). Filho de Michael Schumacher, a colocação do piloto da escuderia estadounidense foi muito comemorada.

Q3

Mesmo sem conseguir ser pole position (por conta da troca de motor, ele perderá dez posições de acordo com a colocação que obtiver no qualifying), Lewis Hamilton dominou a última parte do treino. Com 1m22s868, ele fez o melhor tempo do fim de semana e conseguiu o recorde da pista. Atrás dele, na prática, o pole position foi Valtteri Bottas, companheiro de equipe, com tempo de 1m22s998.

VAVEL Logo