Nadal vence Zverev e iguala duelo contra Alemanha na Copa Davis

O espanhol número 1 do mundo derrotou o jovem alemão em sets diretos e deixou a decisão do confronto para o quinto jogo

Nadal vence Zverev e iguala duelo contra Alemanha na Copa Davis
Foto: NurPhoto/Getty Images
#1 Rafael Nadal
3 0
#4 Alexander Zverev

Nesse domingo (8), a Espanha ganhou uma sobrevida na Copa Davis através do maior tenista da história do país. Rafael Nadal, número 1 do mundo, encarou a sensação alemã Alexander Zverev, quarto do ranking da ATP e atual vice-campeão do Masters 1000 de Miami, e atropelou o adversário por 3 sets a 0, com parciais de  6/1 6/4 6/4 em 2h16 de jogo.

Com essa vitória o espanhol que chegou a 24 vitórias seguidas na competição, empatou o confronto entre Espanha e Alemanha pela Copa Davis em 2 a 2. A decisão ficará para o confronto entre o espanhol David Ferrer, 33° do mundo, que enfrentará o alemão Philipp Kohlschereiber, 34° do ranking da ATP, para definir o classificado para a semifinal do torneio. 

Passeio espanhol em quadra

Nadal começou a partida acelerado sem deixar o adversário pensar ou respirar direito. Após confirmar o serviço com facilidade, acabou encurralando Zverev e conseguindo a quebra de cara, abrindo 3-0 já na primeira parcial.

O alemão seguia sem conseguir encaixar seu jogo e no sexto game acabou mais uma vez quebrado, e assim Nadal acabou fechando o primeiro set em 6/1.

Já na segunda parcial o jogo começou a se igualar, com os tenistas até trocando quebras de saque. O rei do saibro não demorou muito para dominar a partida novamente, e no quinto game voltou a estar com uma quebra a frente. Dali em diante Nadal apenas administrou para fechar o set em 6/4 e abrir 2 a 0 na partida.

Zverev parecia entregue na partida, tanto que no terceiro set viu o espanhol quebrar seu saque duas vezes até abrir 4/1. O alemão ameaçou reagir devolvendo uma quebra, mas não foi suficiente. O espanhol encerrou o set novamente em 6/4 e fechou o jogo em 3 sets a 0 para festa da torcida espanhola.

Rafael Nadal após a partida contou sobre estar feliz em jogar bem e conseguir estar solto em quadra.

“Mais do que surpreendido com o meu nível, estou contente. Alegra-me voltar a jogar bem e sem limitações. Jogar sem dores? Isso é difícil! Mas o que interessa é que não estou a jogar limitado. É o mais importante”, confessou o espanhol.