Pela quinta rodada da Uefa Champions League, o Sevilla recebeu o PSV Eindhoven no Estádio Ramon Sanchez Pizjuan, na Espanha. Precisando urgentemente do triunfo, o Sevilla chegou abrir 2 a 0, porém após expulsão de Lucas Ocampos, o PSV virou o jogo aos 47 minutos do segundo e eliminou o time espanhol da competição. Sergio Ramos e En-Nesyri fizeram os gols do time da casa. Saibari, Gudelj contra e Pepi foram os autores dos gols do time holândes.

  • Zagueiro artilheiro

Início de jogo bem nervoso, os donos da casa necessitavam urgentemente da vitória. A equipe espanhola era o lanterninha do grupo com apenas dois pontos no início da rodada, o objetivo era pelo menos uma vaga na Liga Europa, competição cujo o Sevilla é o atual campeão. Sergio Ramos foi o primeiro a finalizar aos 9 minutos com uma cabeçada após cobrança de escanteio. A resposta do PSV foi na sequência em jogada individual de Bakayoko pela ponta direita, ele driblou Acuña e cruzou com perigo. O goleiro Dmitrovic trombou com o atacante holândes e quase falhou.

Os espanhóis estavam melhor na partida, pressionando a saída de bola adversária e sempre levando mais perigo. O marroquino En-Nesyri recebeu um passe primoroso de Lukebakio, saiu na cara do gol e chutou para fora. Até que aos 24 minutos, Ivan Rakitic cobrou a falta na área, a bola passou por todo mundo, menos pelo zagueiro artilheiro Sérgio Ramos. A bola bateu no pé esquerdo dele e enganou o goleiro Benitez. Rojiblancos na frente na primeira etapa.

Após o gol, o Sevilla continuou impondo seu ritmo de jogo. No minuto 39, En-Nesyri lançou Lukébakio pela esquerda que de primeira fez o cruzamento rasteiro para Djibril Sow que ampliou o placar. Contudo, o tento foi anulado pelo VAR por um toque no braço de Sow na origem do lance. 

Os rojiblancos não desanimaram com o gol invalidado e por muito pouco não marcaram novamente. Cruzamento perfeito para En-Nesyri que testou bonito na trave de Benitez que ficou parado observando a jogada. A resposta do PSV foi imediata, o mexicano Lozano foi aciado pela esquerda, ele fintou Sergio Ramos e bateu forte pra uma defesaça do criticado goleiro Dmitrovic. Após a jogada, Lozano saiu machucado e Vertessen o substituiu. 

  • Virada inacreditável

Nem deu tempo para o PSV colocar em prática o que foi combinado no intervalo, com um minuto e meio Acuña fez um lançamento magnífico para En-Nesyri. Dessa vez o camisa 15 não perdoou, com um tapinha para encobrir o goleiro adversário, o marroquino aumentou a vantagem para o time da casa. 

Com o segundo gol sofrido, os holandeses estavam caindo para a terceira posição do grupo e por isso foram para cima. A primeira chance foi com o centroavante De Jong com uma cabeçada perigosa por cima do gol. Depois foi a vez de Lukebakio, o jovem belga cruzou, porém a bola foi na direção do gol obrigando Dmitrovic fazer a intervenção. Com isso, o treinador da equipe da Holanda, Peter Bosz, promoveu duas substituições: Tillman e Saibari entraram nos lugares de André Ramalho e Guus Til.

Lucas Ocampos mudou a história do confronto. Ele simplesmente tomou dois cartões amarelos em três minutos e foi expulso. Logo após a expulsão, Saibari fez um golaço para diminuir o placar e colocar o PSV novamente no jogo. Os holandeses começaram a pressionar o Sevilla e quase empataram com o próprio Saibari. Vendo que os rojiblancos estavam sendo sufocados, o treinador Diego Alonso mexeu três vezes de uma só vez. Entaram Nianzou, Jordan e Rafa Mir e saíram En-Nesyri, Sow e Lukebakio.

A pressão do PSV era tanta que aos 36 minutos, Vertessen foi lançado nas costas da zaga do Sevilla e de cabeça tocou para o meio da área. O zagueiro Gudelj tentou afastar e acabou jogando contra o próprio patrimônio. O Sevilla que tinha a vitória na mão, viu tudo que foi construído na partida desmoronar após expulsão e ficava a um gol de serem eliminados da Liga dos Campeões. 

O jogo só acaba quando termina. Contra-ataque puxado por Vertessen, ele arrancou pela esquerda e fez um cruzamento na medida para Ricardo Pepi virar o jogo na Espanha. Inacreditável o que aconteceu no Ramon Sanchez Pizjuan, virada espetacular do PSV para cima do Sevilla. Resultado eliminou os espanhóis da UEFA Champions League.

Foto: Divulgação/PSV Eidhoven
Foto: Divulgação/PSV Eidhoven
  • Tabela e sequência

Com a derrota, o clube espanhol está ELIMINADO. Além disso, uma classificação para a Europa League se tornou bem complicada, pois o Lens (que ainda jogaria na rodada) não pode pontuar mais. Já o PSV continua em uma fase sensacional e praticamente se garante no mata-mata da competição. O Sevilla tem um total de apenas dois pontos, nenhuma vitória e fora do campeonato. Os holandeses pularam para a vice colocação com oito pontos.

No dia 12 de dezembro as equipes voltam a campo para a última rodada. O Sevilla vai à França enfrentar o Lens na esperança de uma vaga na Liga Europa. O PSV encara o Arsenal na Holanda podendo terminar como líder do grupo dependendo do resultado entre Arsenal e Lens.

VAVEL Logo
Sobre o autor