Em clima de LaLiga, na tarde desse domingo (26), Real Sociedad ganhou do Sevilla, por 2 a 1, pela rodada 14, no estádio Anoetta que foi palco de um belíssimo destaque ao gol de Sadiq, seu primeiro gol na competição, garantindo a vitória para o mandante da partida.

Detalhes que funcionaram para a Real

Com marcação forte dos dois lados, e propostas de jogo impedindo o avanço pela intermediária, as extremidades com seus pontas foram bem exploradas.

Ao começo da partida, o Real Sociedad conseguiu sair melhor, criando boas oportunidades, e melhores chegadas a finalizações. E bastou apenas 3’ minutos iniciais, em uma bola parada, para abrir o placar. Em uma batida perigosa do camisa 7, Barrenetxea, o goleiro Dmitrovic de primeira consegue defender, porém não foi o suficiente, e acaba marcando na própria rede, alterando o marcador para 1 a 0. Detalhe que o Real Sociedad é a equipe que mais marcou gol em bola parada nessa edição

Confiança para o pé e fato de gol

Com o marcador e o tempo contra o Sevilla, foram obrigados a sair mais, e pressionar a defesa mandante, com alta pressão. Em contrapartida, o Real Sociedad equilibrava o jogo da melhor maneira possível, tentando se infiltrar pelo meio de campo e com bons lançamentos achar os seus pontas, usando a profundidade e amplitude do campo.

Apesar, de uma mudança de postura do Sevilla, não foi o suficiente, o nome desse primeiro tempo, foi do Real Sociedad. Em um momento espetacular, Umar Sadiq, encontra espaços por meio dos defensores, uma jogada que começa pela esquerda e vai se arrastando até achar o melhor ângulo e com a confiança nos pés e desacreditado até mesmo por um defensor experiente como Sérgio Ramos que o acompanhava apenas com as mãos pra trás, disparou uma finalização impecável de longa distância, e a bola entra a um piscar de olhos, levando a torcida a loucura.

Outro ritmo na segunda etapa 

Ao começo do segundo tempo a pressão é toda da equipe visitante, Sevilla faz substituição visando melhoria da equipe diante do placar. E nos primeiros minutos já parece mostrar serviço, Lukebakio consegue ser mais acionado, justo que na primeira etapa, a marcação do Real Sociedad o impediram de mostrar suas melhores características, e com finalização a se adequar ao jogo. Foi apenas aos 60’ que o Sevilla conseguiu diminuir a diferença. Tirando a bola do alcance do goleiro, Youssef En Nesyry em uma posição difícil, consegue deixar a sua equipe viva no jogo. Foi o que precisava para a equipe acordar cada vez mais para o jogo.

Paralisações e expulsão 

Com a volta de um jogo pegado, contato físico acabou sendo a carta de entrada. E por consequência, cartão amarelo, atendimento médico e até cartão vermelho, é um bom resumo para essa segunda etapa. De primeira, após uma chegada violenta, sendo amarelado, o lance de Sérgio Ramos passou por revisão do var, e recebe cartão vermelho direto, deixando o gramado aos 88’, sendo o primeiro jogador espanhol a chegar a 30 expulsões na carreira.

Após o cartão, com grande revolta do Sevilla, Navas, confrontou a arbitragem e recebeu o seu cartão vermelho para coroar ainda mais essa paralisação. Clima aflorado, ao fim de jogo, o árbitro Miguel Angel Ortiz, muito conhecido no futebol espanhol, olha para o relógio e encerra a partida.

Próximos compromissos 

Após a vitória por 2 a 1 da Real Sociedad com fortes emoções, ambas as equipes disputam a Champions League nessa semana.

Na próxima quarta-feira (29), os Rojiblancos vão enfrentar o PSG, às 14h45. No mesmo dia, a Real encara o Red Bull Salzburg, às 17h.

VAVEL Logo
Sobre o autor