Atlético-MG empata com América-MG e conquista o bicampeonato do Mineiro
Divulgação/Atlético-MG

É bicampeão! Atlético-MG e América-MG empataram sem gols na tarde deste sábado (22), no Mineirão, pela final do Campeonato Mineiro 2021. Com a vantagem de jogar pelo empate, por ter feito a melhor campanha na fase classificatória, o Galo conquistou o 46° título Estadual da sua história.

No primeiro embate entres as duas agremiações, no último semana, o jogo também terminou sem gols.

- Melhores momentos de Galo e Coelho, pela final do Campeonato Mineiro

Cavichioli salva o América-MG

Com mais necessidade da vitória, o América tomou as rédeas iniciais e atacou primeiro com Felipe Azevedo, e Rodolfo. No primeiro lance, um chute de fora da área, em que Everson fez a defesa. No segundo, uma cabeçada dentro da área, que passou perto da trave.

O Atlético-MG só conseguiu romper a linha do meio de campo, aos 12 minutos. Após isso, o time se soltou mais. Igor Rabello teve a chance de ouro do primeiro tempo, aos 17 minutos. No lance, ele recebeu um cruzamento de Savarino, e chutou à gol. Milagrosamente, Matheus Cavichioli voou e evitou um possível tento.

Aos 34, Hulk fez pivô na área, e encontrou Nacho Fernández chegando livre. O argentino ajeitou a bola, e arriscou rasteiro. Cavichioli, outra vez, salvou o Coelho.

Nos primeiros 45 minutos da final, o Galo esteve mais próximo de marcar, embora o jogo tenha ficado bastante cadenciado no meio de campo.

Coelho perde pênalti, e Galo administra

Em desvantagem, o Coelho novamente iniciou no comando. Logo aos 5, o juiz assinalou pênalti de Igor Rabello em Felipe Azevedo. Na cobrança, Rodolfo explodiu a bola no travessão. Até os 10 minutos, somente o time de Lisca buscava o gol.

O zagueiro Igor Rabello foi o atleta, durante todos os 45 minutos, que mais esteve perto de marcar. Na maioria, de cabeça, em jogadas aéreas. O América-MG se desestabilizou depois da penalidade desperdiçada.

O Galo não conseguiu atacar com êxito, como no primeiro tempo. Nos acréscimos, houve muita reclamação de todos os jogadores, e comissão técnica americana. Isso porque eles reclamavam de um possível pênalti não marcado de Rabello, em Eduardo Bauermann. O árbitro não revisou o lance.

A partida foi até os 52 minutos, e o Galo se sagrou campeão mineiro, pela 46ª vez. O clube jogava por dois empates, por ter feito a melhor campanha na fase classificatória.

 

 

 

 

ÚLTIMOS TÍTULOS DO GALO

-2021

- 2020

- 2017

- 2015

- 2013

O que vem agora

Com agenda apertada, o Atlético-MG gira  a chave outra vez. Na terça-feira (25), tem confronto contra o La Guaira, às 21h30, no Mineirão, válido pela última rodada da fase de grupos da Libertadores.

O próximo compromisso do América-MG já é válido pelo Campeonato Brasileiro, no dia 30 de maio, fora de casa, diante do Athletico-PR, às 16h.

VAVEL Logo