Apenas com seleções europeias, Mundial de Handebol Masculino define seus semifinalistas
França vai em busca do seu sexto título (Foto: Divulgação/Cédric SORHAINDO)

Na tarde desta terça-feira (24), foram definidos os semifinalistas do Campeonato Mundial de Handebol Masculino. O torneio disputado na França, contava com 24 equipes no início da competição, agora são só quatro. Destaque para os donos da casa, que já estão nas semifinais e buscam o bi-campeonato consecutivo.

A primeira partida das quartas de final foi entre Noruega e Hungria. Os húngaros vinham com um certo favoristísmo por ter eliminado os campeões olímpicos Dinamarca. Porém, fazendo um grande primeiro tempo de partida, onde colocou sete gols de diferença, a Noruega conseguiu o necessário para a vitória. No segundo tempo a Dinamarca ainda tentou a recuperação, mas não foi o suficiente, perdendo por 31 a 28.

O adversário da Noruega será a Croácia. Os croatas fizeram uma partida muito equilibrada contra a Espanha. Durante toda a partida ficaram a frente do placar, mas com uma diferença curta, de um ou dois gols. No primeiro tempo conseguiram sair a vantagem de dois gols. No segundo tempo, viram a Espanha empatar, nos últimos três minutos de minutos de partida a Croácia abriu dois gols e conseguiu a vitória por 30 a 29.

Já na outra chave, a França teve muita dificuldade para vencer a Suécia. Os suecos sairam do primeiro tempo vencendo por 16 a 15. Mas, no segundo tempo, as equipes ficaram empatadas no placar, trocando bolas até os cinco minutos finais. Depois disso, a França abriu três gols de vantagem e administrou a diferença até o final do jogo, vencendo por 33 a 30.

A atual campeã França enfrentará Eslovênia. A equipe do leste europeu eliminou o Catar, atual vice-campeão mundial. Com pouca dificuldade fizeram uma boa vantagem na primeira etapa. E apesar de terem perdido o segundo tempo conseguiram a vitória por 32 a 30.

Lembrando que o Brasil foi eliminado pela Espanha nas oitavas de final no último sábado (21). A equipe brasileira fez uma grande partida e perdeu por apenas um gol de diferença no último minuto de partida, 28 a 27. Com isso, o Brasil ficou na 16ª colocação.

VAVEL Logo