LeBron brilha, comanda reação, e Heat vence Spurs para empatar as Finais da NBA
Com cãibras por conta do calor no jogo anterior, LeBron teve a chance de se redimir na segunda partida (Foto: NBA/Andrew D. Bernstein)

Neste domingo (08), com ar-condicionado funcionando no AT&T Center, San Antonio Spurs e Miami Heat disputaram o Jogo 2 das Finais da NBA, e deu Miami em partida emocionante, 98 a 96. Com o triunfo, o Heat empatou a série melhor de sete jogos e quebrou a vantagem de mando de quadra dos Spurs. O confronto vai agora para a Flórida para dois encontros, o primeiro deles na próxima terça-feira (10).

Após um início equilibrado de jogo, os Spurs abriram vantagem no primeiro tempo e pareciam ter a vitória encaminhada. Mas LeBron James apareceu e liderou seu time em uma atuação memorável no segundo tempo, dando a liderança e no final a vitória para o Heat, contando mais uma vez com a ajuda decisiva do pivô Chris Bosh.

O primeiro quarto começou com grande atuação de Tim Duncan, que anotou nove dos primeiros 14 pontos dos Spurs no período e deu a vantagem à equipe da casa. Mas Miami se manteve perto o tempo todo, e conseguiu sobreviver ao começo ruim da dupla LeBron e Dwyane Wade, que juntos marcaram apenas dois pontos nos primeiros doze minutos. Chris Bosh e Rashard Lewis combinaram para 13 no quarto, deixando o Heat sempre próximo no placar. Até que Tony Parker comandou uma corrida de 11 a 2 que deu aos Spurs sete pontos de frente, vantagem esta que se manteve até o fim do primeiro período, que terminou com liderança de 26 a 19 para San Antonio.

O segundo quarto mostrou um Heat mais atento na defesa. A equipe da Flórida cedeu 17 pontos totais, e apenas 13 nos últimos 10 minutos do período. Quando a defesa melhorou, LeBron tomou conta da partida, marcando 11 pontos no quarto, e o Heat chegou à liderança do placar pela primeira vez a cinco minutos do intervalo, após uma bandeja de James que selou uma corrida de 14 a 3 dos visitantes. Wade e Bosh também contribuíram, e Miami finalmente equilibrou as ações. Pelo lado dos Spurs, Manu Ginóbili mostrou a costumeira mão certeira nos arremessos vindo do banco, e junto com Tony Parker, manteve os texanos na partida. Após vinte e quatro minutos, os dois times foram para os vestiários com empate de 43 a 43.

Na volta do intervalo, Kawhi Leonard e Duncan foram os destaques dos Spurs no início do terceiro quarto, e comandaram uma corrida de 10 a 2 que deu a San Antonio seis pontos de frente. Foi aí que LeBron entrou em ação outra vez, marcando 8 pontos seguidos em três incríveis arremessos longos em menos de um minuto, retomando sozinho a liderança no placar. James terminaria o quarto com 14 pontos, enquanto os reservas Patty Mills e Boris Diaw comandavam as ações do outro lado. Após um terceiro período equilibradíssimo, os Spurs terminaram com um ponto de frente: 78 a 77.

Com senso de urgência, os dois times entraram no último quarto com muita energia e atenção do lado defensivo. Foram apenas 7 pontos de cada equipe nos primeiros seis minutos do quarto. Após uma falta flagrante marcada em Mario Chalmers, na qual o armador do Heat deu uma cotovelada em Tony Parker, os Spurs tinham a oportunidade de bater dois lances livres e manter a posse de bola. Parker errou os dois arremessos, e na posse seguinte, Tim Duncan também desperdiçou os dois lances que teve. Logo em seguida, LeBron James virou o jogo com uma bola de três. San Antonio ficou atrás no placar quando teve ótimas chances de abrir seis pontos de vantagem no final do jogo. Esses eventos pareceram desestabilizar os Spurs, que não acertaram a cesta em quatro das últimas cinco posses. Miami, ao contrário, foi mais eficiente, e contou com uma bola de três decisiva de Chris Bosh a um minuto do fim para retomar a liderança no placar. Daí pra frente, o Heat controlou as ações e assegurou o importante triunfo que dá ao time a chance de abrir ótima vantagem na série, já que fará os próximos dois jogos em casa.

VAVEL Logo