As lágrimas de um verdadeiro campeão

LeBron James chorou e muito. Quando o cronômetro zerou, o camisa 23 justificou porque escolheu voltar para casa e dar ao Cleveland Cavaliers seu primeiro título na história da NBA

As lágrimas de um verdadeiro campeão
(Foto: Ezra Shaw/Getty Images)

"Estou voltando para casa". Assim terminava a carta de LeBron James. Há dois anos ele escolheu publicar em uma revista uma declaração aos torcedores do Cleveland Cavaliers explicando porque estava retornando depois da turbulenta saída para o Miami Heat. Dois anos depois, o camisa 23 fez o que prometeu e, destruindo o Golden State Warriors, devolveu a alegria a sua cidade.

LeBron foi chamado de traidor quando deixou Cleveland e seguiu seu caminho para Miami. LeBron ganhou títulos por lá, escreveu seu nome na história do Heat e entre os grandes do esporte. Mas ele sempre soube que faltava alguma coisa. "Minha relação com o noroeste de Ohio é maior do que o basquete. Eu não percebi isso há 4 anos, mas percebo agora", disse James. Ele sabia que precisava ganhar por quem amava de verdade.

As lágrimas de LeBron representam o que esse título significa para ele. O Cleveland Cavaliers trouxe sua grande criação de volta porque sabia que seus dias de glória estavam por vir. O Cavs queria mais e James estava disposto a saciar essa vontade.

Justificando sua volta, James também disse que "o que é mais importante para mim é trazer um troféu para o noroeste de Ohio. Eu sempre acreditei que voltaria a Cleveland para encerrar minha carreira, apenas não sabia quando". E LeBron, você concluiu cada etapa desse desafio.

Uma temporada no topo que terminou com a péssima final contra o mesmo Golden State Warriors. Um ano difícil, de questionamentos e julgamentos. "LeBron pipoca nas decisões, ele não resolve". A maldição de Cleveland passando na cabeça de todos. Um 3 a 1 na série que parecia sem volta.

Entretanto, não existia uma pessoa naquela arena que entendia mais o que virar essa situação significava para uma cidade inteira. LeBron, sua dedicação será sempre igual a devoção de Cleveland por você.

O camisa 23 deu tudo de si. No fim, o título não poderia ter saído da força, da garra e da vontade de outra pessoa. LeBron James deu a Cleveland um motivo para sorrir. Ele deu a sua cidade tudo que havia prometido e uma eterna adoração.

O MVP unânime das finais, o Rei de uma cidade inteira. "No noroeste de Ohio, nada é dado. Tudo é conquistado. Você trabalha para ter o que tem. Eu estou pronto para aceitar o desafio. Estou voltando para casa". Você voltou, lutou, se entregou de corpo e alma. No fim, cada lágrima valeu a pena. Cleveland lhe agradece, LeBron. O basquete agradece.