Cofundador do Spotify permanece comprometido com aquisição do Arsenal
Foto: Spotify

Na última quinta-feira (06) o Arsenal empatou em 0 a 0 com o Villarreal no Emirates Stadium pela semifinal da Liga Europa 2020-21, e se despediu da competição. Com a eliminação e o atual 9º lugar na Premier League, a equipe londrina não irá disputar nenhum torneio internacional na próxima temporada. A última vez em que os Gunners só tiveram campeonatos nacionais para competir foi há 25 anos atrás, na temporada 1995-96. Mesmo com um ano abaixo do esperado, os rumores da aquisição do clube pelo cofundador do Spotify não diminuíram. 

Daniel Ek é um empreendedor do ramo de tecnologia, cofundador do serviço de streaming de música Spotify, e segundo a Forbes tem um patrimônio líquido de 4 bilhões de dólares. O sueco de 38 anos tem o interesse na aquisição do Arsenal, e acredita que seus planos e visão irão transformar o clube para colocá-los de volta a uma posição de destaque no futebol Europeu. Especula-se que o empresário fará a proposta inicial estimada em mais de £ 1,8 bilhão (cerca de 13 bilhões de real pela cotação atual).

Apesar da proposta animadora e do apoio de grande partes dos torcedores, a aquisição do clube pelo sueco sofre contraposição dos atuais donos do Arsenal. A empresa Kroenke Sports & Entertainment (KSE), chefiada por Stan Kroenke, que comanda as ações do time desde 2011,  respondeu ao interesse de Ek, afirmando "não estar vendendo nenhuma participação" e que estão "100% comprometidos" com os Gunners.

Estrelas e ídolos do Arsenal, como Thierry Henry, Dennis Bergkamp e Patrick Vieira se pronunciaram à favor da compra do clube. Em entrevista para o canal britânico Sky Sports, Henry deu informações sobre a proposta de transação de aquisição e opinou: 

"Ek entrou em contato com a família Kroenke para apresentar uma oferta de compra do Arsenal e quer reinjetar o DNA do Arsenal. Acho que vai ser longo e não fácil - se é que vai acontecer. Uma coisa que quero reiterar é que o Daniel não vai se mudar, ele vai ficar aí esperando para ver se querem vender. Isso vai levar muito tempo, sabemos o que queremos fazer, mas antes de mais nada, precisamos ter certeza de que podemos assumir se eles estiverem ouvindo", afirmou o ex-atacante do Arsenal.

Mal na Premier League, já eliminado da Copa da Inglaterra, da Copa da Liga e agora também da Europa League, a temporada 2020-21 não deixará saudades aos torcedores do lado vermelho de Londres. Agora, os Gunners só têm mais quatro compromissos pela frente para encerrar a liga nacional: West Bromwich, Chelsea , Crystal Palace e Brighton. O futuro do Arsenal segue incerto, e a próxima temporada será desafiadora para o clube. 

VAVEL Logo