Por vaga às quartas de final, Portugal e Suíça se enfrentam pela primeira vez na história das Copas
Cristiano Ronaldo é a principal esperança de gols na seleção portuguesa. (Foto: Divulgação/FPF)

A última partida da fase de oitavas de final da Copa do Mundo reserva um encontro entre europeus que são velhos conhecidos, mas nunca haviam se encontrado na maior competição do futebol. Portugal e Suíça se enfrentam nesta quarta-feira (6), às 16h, no Estádio Lusail. Quem vencer, pegará o vencedor de Espanha x Marrocos, que entram em campo às 12h.

Apesar da derrota de virada para a Coreia do Sul por 2 a 1, a seleção portuguesa terminou na liderança do grupo H, com seis pontos. Agora, a equipe comandada por Fernando Santos busca voltar à fase de quartas de final, o que não acontece desde 2006, ano em que terminou entre os quatro melhores da competição.

Os suíços, por sua vez, chegam embalados pela vitória de virada sobre a Sérvia por 3 a 2, placar que deu à seleção a vaga para a fase seguinte da copa. O time de Shaqiri e cia tem como objetivo chegar à próxima fase, algo que não ocorre há 68 anos.

No histórico do duelo, foram 25 partidas, com 11 vitórias da Suíça, 9 de Portugal e 5 empates. Na última vez que se enfrentaram, os suíços venceram por 1 a 0 pela Nations League, encerrando uma sequência de vitórias dos portugueses no confronto que durava cinco anos.

  • Portugal volta com a base titular

Após poupar parte do time titular na última partida, o treinador Fernando Santos volta a colocar o que tem de melhor para o jogo contra a Suíça. As únicas ausências serão dos jogadores Danilo Pereira, que fraturou três costelas, mas ainda tem chances de atuar caso o time avance de fase, e Nuno Mendes, fora da competição por lesão na coxa.

Contudo, o técnico português não quis dar pistas sobre qual será a formação inicial, e acrescentou durante a última coletiva de imprensa que fará mistério até a chegada ao estádio. “Só dou a equipe aos jogadores no estádio, sempre foi assim desde que cheguei”.

Fernando Santos falou também da expectativa para a partida e a questão do favoritismo antes do confronto.

“Quando se passa aos oitavos estamos cada vez mais perto de sermos favoritos. Obrigação temos sempre, mal seria, porque jogamos por Portugal. É muito bom sentir essa adrenalina. Queremos ganhar e queremos muito”.

Provável escalação: Diogo Costa; Dalot, Pepe, Rúben Dias, Cancelo; Rúben Neves, Otávio, Bruno Fernandes; Bernardo Silva; João Félix, Cristiano Ronaldo.

  • Suíça terá força máxima

A boa notícia para o comandante Murat Yakin são os retornos do goleiro Sommer e do zagueiro Elvedi, que não jogaram na última rodada. Com isso, todos os jogadores suíços estão à disposição para o confronto contra Portugal.

A tendência na escalação é a de que a equipe que entrou em campo contra o Brasil seja a que será escalada logo mais, com a adição de Shaqiri, que ficou de fora da partida por lesão. Recuperado, o meia, que foi fundamental na vitória sobre os sérvios, deve iniciar a partida novamente.

Murat Yakin falou sobre a importância da partida e a possibilidade de levar a equipe às quartas de final após mais de seis décadas.

“É uma oportunidade única, isso é claro. Temos uma grande chance de fazer história e queremos dar mais um jogo à Suíça. Será crucial que entremos com a coragem e a autoconfiança necessárias, mantenhamos a calma e que gostemos de jogar futebol”.

Provável escalação: Sommer, Widmer, Akanji, Elvedi e Ricardo Rodríguez; Freuler, Xhaka, Shaqiri, Vargas e Sow; Embolo.

  • Arbitragem

Árbitro: Cesar Ramos (México);

Assistente 1: Alberto Morin (México);

Assistente 2: Miguel Hernandez (México);

Quarto árbitro: Istvan Kovacs (Romênia);

Árbitro de vídeo (VAR): Drew Fischer (Canadá).

VAVEL Logo