Santos e Athletico-PR se reencontram com mudanças na luta por vaga na semifinal da Copa do Brasil
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Falta pouco para conhecermos o primeiro semifinalista da Copa do Brasil 2021. Na noite desta terça-feira (14), o Santos recebe o Athletico-PR na Vila Belmiro e precisa vencer para seguir vivo na luta pelo bicampeonato.

Como disputaram competições internacionais neste ano, Athletico-PR e Santos estrearam na terceira fase da Copa do Brasil. De lá pra cá o rubro-negro eliminou Avaí e Atlético-GO, enquanto o Alvinegro Praiano já despachou um clube paranaense (Cianorte) e outro baiano (Juazeirense).

Renato Kayser marcou o único gol no primeiro jogo das quartas de final e colocou o Furacão em vantagem no confronto. Sendo assim, o time paranaense entra em campo classificado e o Peixe precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para avançar no tempo normal. Uma vitória simples leva a decisão para os pênaltis. O próximo adversário será Flamengo ou Grêmio.

Quebra-cabeça para Carille

O intervalo entre os confrontos foi de três semanas e desde então muita coisa mudou em ambas as equipes, a começar pela troca de técnico. Demitido no Santos, Fernando Diniz acertou com o Vasco. O substituto é Fabio Carille, que estreou no final de semana no empate sem gols diante do Bahia.

O novo treinador tem problemas para escalar a equipe, visto que alguns já disputaram a Copa do Brasil por outros clubes e não podem atuar, casos de Camacho, Danilo Boza e Moraes, outros não foram inscritos (Emiliano Velázquez, Jandrei e Léo Baptistão). Além disso, há os jogadores que estão no Departamento Médico ou com problemas físicos, como o lateral Madson, os zagueiros Kaiky e Luiz Felipe e os meio-campistas Jobson e Sandry. A novidade pode ser a reestreia do recém-contratado atacante Diego Tardelli, mas a tendência é que ele comece no banco porque não joga desde maio.

Provável escalação do Santos: João Paulo, Pará, Derick, Wagner Leonardo e Felipe Jonatan; Jean Mota (Vinicius Balieiro), Sánchez e Gabriel Pirani; Marinho (Marcos Guilherme), Raniel e Lucas Braga.

Em fase turbulenta, Furacão está sem técnico

O Athletico-PR vive a pior fase na temporada. Após vencer o Santos, o time engatou uma sequência negativa que inclui dois empates e três derrotas. Com isso o técnico português António Oliveira entregou o cargo e o cargo ainda está vago. Quem assume interinamente é o trio capitaneado pelo coordenador Paulo Autuori e pelos auxiliares Bruno Lazaroni e Bernardo Franco.

Para evitar a terceira derrota consecutiva, o time terá a volta do atacante Nikão, que cumpriu suspensão na rodada do fim de semana pelo Campeonato Brasileiro. Diagnosticado com Covid-19, Léo Cittadini segue fora, assim como o zagueiro Lucas Halter, o meia atacante Jader e o atacante Matheus Babi, lesionados.

Provável escalação do Athletico-PR: Santos; Marcinho, Pedro Henrique (Zé Ivaldo), Thiago Heleno e Abner; Richard, Christian, Erick (Fernando Canesin); David Terans, Nikão e Renato Kayzer.

VAVEL Logo