Flamengo busca empate no último lance contra Athletico na primeira semifinal da Copa do Brasil
Foto: Divulgação/Athletico-PR

Athletico-PR e Flamengo empataram em 2 a 2 na noite desta quarta-feira (20), na Arena da Baixada, em Curitiba/PR. O duelo foi válido pela ida da semifinal da Copa do Brasil. O rubro-negro saiu na frente com Thiago Maia, no primeiro tempo. Pedro Henrique empatou para o Furacão no início da segunda etapa, enquanto Renato Kayzer virou a partida. No fim, Pedro, de pênalti, empatou.

Estratégias

O Athletico-PR começou no 3-4-3, com os laterais Marcinho e Abner Vinícius mais avançados. E o trio de ataque foi formado por Nikão, Renato Kayzer e David Terans. Já o Flamengo veio no 4-2-3-1, com Michael, Andreas Pereira e Everton Ribeiro avançados e Gabigol na frente.

Flamengo abre o placar com Thiago Maia

A partida começou movimentada, com as equipes pressionando, principalmente o Furacão, como na jogada de Nikão, aos seis. Após erro do Flamengo na saída de bola, o jogador soltou a bomba. Mas a bola foi longe do gol. Por outro lado, foi o Flamengo que saiu na frente, aos 14’, com Thiago Maia,. Após cobrança de falta, Léo Pereira cabeceou para Gabigol, que chutou. A bola chegou ao volante, que balançou as redes.

Mesmo com a vantagem, o Rubro-negro seguiu no ataque e chegou com perigo aos 20’, com Gabigol, que parou na defesa de Santos. E no minuto seguinte o goleiro fez mais uma defesa, dessa vez, em cabeçada de Arão. Já o Athletico-PR só conseguiu ameaçar novamente aos 39’, na bola parada. Após cobrança de escanteio, Erick cabeceou e Diego Alves fez excelente defesa. E no último lance da primeira etapa, Terans chutou rasteiro, mas direto para fora.

Athletico-PR vira, mas Flamengo arranca empate no fim

As equipes voltaram para a segunda etapa sem alterações e, logo aos dois minutos, o Athletico-PR empatou com Pedro Henrique. Após cobrança de escanteio, o zagueiro subiu livre para cabecear para o fundo das redes. Já o Flamengo tentou voltar à frente no placar aos cinco, em chute de Thiago Maia, que foi por cima do gol e, aos 10’, foi a vez de Michael mandar pela linha de fundo. Aos 20’, o técnico Renato Gaúcho fez a primeira mudança. Gabigol caiu sentindo dores e foi substituído por Pedro.

Aos 25’, o Furacão virou, com Renato Kayzer. Abner cruzou na área e o atacante também marcou de cabeça, mas para o chão, sem chances para Diego Alves. Diante do momento ruim da equipe, Renato Gaúcho colocou Diego e Vitinho nos lugares de Michael e Thiago Maia, respectivamente. No entanto, o Flamengo seguiu sem ameaçar. Todavia, no último lance da partida, a equipe carioca teve um pênalti a seu favor. Após Rodrigo Caio cair na área, o VAR entrou em ação e assinalou a penalidade. Pedro cobrou e deixou tudo igual.

E agora?

Com o empate, as equipes precisam de uma vitória simples para chegar à grande final. Caso haja um novo empate, a decisão será nos pênaltis, já que não há mais a vantagem do gol qualificado. O jogo de volta será na próxima quarta-feira (27), no Maracanã, às 21h30.

VAVEL Logo