Avaí vence Náutico no sufoco e fica a uma vitória do retorno à Série A
Foto: Rafael Vieira/Agif/CBF

Foi com emoção, mas o Avaí superou o Náutico por 2 a 1 na penúltima rodada da Série B 2021 e só depende de uma vitória na rodada final para garantir o acesso. Getúlio e Renato marcaram para o Leão, e Djavan descontou no estádio dos Aflitos neste domingo (22).

Avaí larga na frente

Com a mesma escalação que sofreu a goleada para o Guarani, o Avaí começou com uma postura bem diferente. Antes do primeiro minuto, João Lucas serviu Getúlio, que desviou de primeira, mas parou em Anderson. O Leão manteve uma marcação alta e uma pressão na saída de bola do Náutico na primeira metade da etapa inicial e chegou com perigo algumas vezes aproveitando os espaços na entrada da área rival.

Já o Náutico, com qualidade no seu setor ofensivo, conseguiu assustar mesmo quando estava pior no jogo. Aos 9, após boa jogada de Vinícius, Álvaro chutou forte, mas Gledson salvou. No minuto seguinte, saiu o gol do Avaí. Bruno Silva roubou a bola de Matheus Jesus no ataque e serviu Getúlio, que chutou cruzado de canhota e marcou pela sétima vez na competição.

Por um tempo, o Avaí manteve o ritmo. Aos 18, Lourenço fez bom giro na entrada da área e encheu o pé, mas Anderson espalmou. Aos poucos, porém, o Náutico equilibrou na posse de bola e também nas chances. Aos 26, Jean Carlos recebeu passe rasteiro de Vinícius e chutou forte, sobre o gol. Seis minutos depois, a resposta avaiana. Após cobrança de falta de Edilson, a defesa cortou parcialmente e Getúlio completou na segunda trave, parando em outra intervenção do goleiro do Timbu.

Na reta final do primeiro tempo, o Náutico passou a dominar, aproveitando o recuo do Avaí, que ainda teve que mudar por lesão antes do intervalo - Serrato entrou no lugar de Jean Cléber.

O Timbu terminou com 62% de posse de bola, igualou o números de finalizações - dez para cada - e por pouco não empatou nos acréscimos. Aos 46, Thássio cruzou da direita e Matheus Jesus cabeceou bem, mas parou em Gledson. O goleiro do Leão ainda fez outra defesa na sequência, salvando o que seria um gol olímpico de Jean Carlos.

Leão amplia

O Náutico permaneceu com o domínio territorial na segunda etapa, mas sem muitas oportunidades claras de gol. Do outro lado, o Avaí, tenso pela necessidade da vitória, se defendia bem, porém errava nas puxadas de contra-ataque.

O técnico Hélio dos Anjos fez mudanças para aumentar o fôlego no ataque e passou a criar algumas chances. Aos 28, Murillo trouxe da direita para dentro e deu chute venenoso, mas parou em Gledson. Sete minutos depois, Vinícius cruzou rasteiro para a entrada da área e Matheus Jesus bateu de primeira, porém mandou a grande chance sobre o gol.

Em uma escapada, porém, o Avaí encaixou uma jogada bem trabalhada para ampliar a vantagem. Aos 39, em contra-ataque puxado por Alemão, Copete conectou Renato, que saiu de frente para o gol e tocou sobre Anderson para ampliar: 2 a 0.

Avaí quase se complica

A vantagem parecia confortável para o Avaí, mas, aos 42, Iury deixou o pé para derrubar Marciel após sofrer falta e foi expulso. Uma confusão se iniciou e o jogo esquentou. Para aumentar ainda mais a tensão, Djavan recebeu de Vinícius na entrada da área, limpou Bruno Silva e chutou forte no canto: 2 a 1.

O Timbu teve oito minutos de acréscimo para pressionar, mas não conseguiu superar a defesa do Avaí, que segurou a vitória crucial.

Classificação e próximos compromissos

O Náutico, oitavo colocado, com 52 pontos, encerra sua participação na Série B na quinta-feira (25) contra o Cruzeiro, no Mineirão, às 20h, em jogo que é para cumprimento de tabela dos dois lados. Hélio dos Anjos já avisou que muitos dos titulares inclusive vão ganhar férias antes dessa partida.

Já o Avaí, que sobe para terceiro, com 61, faz jogo decisivo diante do Sampaio Corrêa na Ressacada, no domingo (28), às 16h. O Leão precisa da vitória para não depender de ninguém na briga pelo acesso.

VAVEL Logo