Náutico visita Ponte Preta precisando vencer para seguir sonhando com acesso
Álvaro Jr/PontePress

O Náutico visita a Ponte Preta neste sábado, às 16h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 30ª rodada da Série B. O Timbu precisa vencer fora de casa para seguir sonhando com o acesso, enquanto a equipe paulista deseja seguir fora da zona do rebaixamento.

O time alvirrubro ocupa a 9ª posição, com 41 pontos, e vem de vitória sobre o Goiás. A Macaca, por sua vez, aparece na 16ª colocação e tem 34, quatro a mais que o Londrina, que abre o Z-4, mas também entra em campo hoje. Na última rodada, a Ponte empatou com o Avaí fora de casa.

Alerta ligado

A Ponte Preta entra em campo bastante pressionada. Sem vencer há três partidas, a equipe pode terminar a rodada a um ponto da zona do rebaixamento, em caso de derrota. Para encarar o Timbu, o técnico Gilson Kleina deve fazer mudanças no time titular.

Ivan volta ao gol no lugar de Ygor, enquanto o zagueiro Rayan, que cumpriu suspensão automática na última partida, reassume a vaga no sistema defensivo. No ataque, Rodrigão, recuperado de amigdalite, entra na vaga de João Veras. Em contrapartida, o treinador não poderá contar com Thiago Lopes, Fessin e Cleylton, que ainda se recuperam de lesões.

Divulgação/Ponte Preta
Divulgação/Ponte Preta

Provável escalação: Ivan; Kevin, Fábio Sanches, Rayan e Rafael Santos; André Luiz, Marcos Júnior e Léo Naldi; Richard, Moisés e Rodrigão.

Tudo ou nada

Se a Ponte Preta está pressionada, o Náutico não fica atrás. Para seguir com chances reais na luta pelo acesso, o Timbu precisa somar três pontos diante da Macaca. Ciente da necessidade de um resultado positivo, o técnico Hélio dos Anjos vai com o que tem de melhor à disposição.

Suspensos pelo terceiro cartão amarelo, o volante Rhaldney e o atacante Vinícius, dois dos principais destaques da equipe na temporada, estão fora da partida desta tarde. Djavan começa no meio-campo, enquanto Murillo herda a vaga no setor de ataque.

Tiago Caldas/Náutico
Tiago Caldas/Náutico

Provável escalação: Anderson; Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga e Júnior Tavares; Djavan, Matheus Jesus e Jean Carlos; Murillo, Jaílson e Caio Dantas.

Arbitragem

Jefferson Ferreira de Moraes apita a partida, auxiliado por Cristhian Passos Sorence e Hugo Sávio Xavier Corrêa. O VAR ficará sob o comando de Leone Carvalho Rocha. O quarteto é de Goiás.

VAVEL Logo