Sonhando com acesso, CRB visita Operário no Germano Krüger
Foto: Divulgação / Operário Ferroviário EC

Seis meses depois, enfim chega a 38ª e última rodada da Série B 2021. Neste domingo (28), no Germano Krüger, o Operário-PR, já garantido na segunda divisão nacional da próxima temporada, enfrenta o CRB, que pode conquistar o acesso.

A equipe alagoana precisa de uma combinação de resultados simples: vitória somada a tropeço do Avaí diante do Sampaio Corrêa.

Férias antecipadas

O Operário, de fato, teve uma campanha cheia de altos e baixas na Série B. A inconstância levou a equipe a começar a última rodada do certame na 15ª colocação, com 45 pontos - quatro à frente do Londrina, na 17ª posição. 

Para o último confronto da competição, o Fantasma tem duas baixas já confirmadas: Thomaz está suspenso e Fábio Alemão, com contrato se encerrando e sem chances de renovação, foi liberado.

Para o duelo, Lucas Isotton, auxiliar técnico do OFEC, deu a entender que a peleja será importante para a montagem do elenco para a próxima temporada. "Apesar do jogo não ter um caráter decisivo nem pela briga pelo acesso e nem pelo rebaixamento, fica o intuito de fazer testagens. Apesar do elenco ainda estar sendo pensado, sempre fica a mensagem que o atleta possa passar", comentou.

Provável escalação: Thiago Braga; Lucas Mendes, Odivan, Reniê e Djalma Silva; Guedes, Leandro Vilela e Rafael Chorão; Rodrigo Pimpão, Paulo Sérgio e Felipe GarciaTécnico: Ricardo Catalá

Na briga

O CRB começa a rodada na quinta colocação, com 60 pontos - um a menos que o Avaí, quarto colocado e última equipe que consegue o acesso para o Brasileirão 2022. A matemática é simples: a equipe precisa vencer o Avaí - e, caso consiga o triunfo, os catarinenses não podem vencer o Sampaio Corrêa em casa para subir de divisão. 

São cinco baixas do Galo da Pajuçara para a decisão: Gum, Jean Patrick e Nicolas Careca estão suspensos, Ewerton PáscoaDiego Ivo estão machucados.

Zagueiro do CRB, Caetano pregou a calma como uma das aliadas para o acesso. "Não adianta nada a gente ficar pensando no Avaí e nos outros resultados se nós não fizermos o nosso papel. O nosso time tem qualidade, sabe o que faz com a bola nos pés. Não pode existir afobação e nervosismo. Nosso acesso passa diretamente por isso. Vamos nos concentrar no nosso jogo para as coisas acontecerem", destacou.

Provável escalação: Diogo Silva; Celsinho, Frazan, Caetano e Guilherme Romão; Claudinei, Wesley, Diego Torres e Renan Bressan; Emerson e Pablo DyegoTécnico: Allan Aal

Arbitragem

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Junior (DF)

VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

VAVEL Logo