Em ano de Copa do Mundo, Tite anuncia primeira lista de convocados de 2022
Foto: Lucas Figueiredo

Tite, técnico da Seleção Brasileira, anunciou nesta quinta-feira (13), sua primeira lista de convocação em 2022, ano de Copa do Mundo. A lista vale para os jogos das Eliminatórias diante de Equador e Paraguai, nos dias 27 de janeiro e 1 de fevereiro, respectivamente.

Apesar de já estar classificado para a Copa do Mundo do Qatar, o treinador optou por não inscrever novos nomes na lista, o que poderia vir a ser uma oportunidade de novos testes.

Mudanças

Presentes na última convocação de Tite, Renan Lodi e Edenilson não foram chamados desta vez. Adenor explicou que Lodi não chegou nem a concorrer à vaga nesta ocasião por não estar com seu esquema vacinal completo. Em relação à penúltima lista, Veríssimo (machucado), Neymar (machucado) e Arana (opção de Tite) também não estão presentes desta vez.

Confira a lista completa:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras);

Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Emerson Royal (Tottenham), Alex Sandro (Juventus) e Alex Telles (Man United);

Zagueiros: Éder Militão (Real Madrid), Gabriel Magalhães (Arsenal), Marquinhos (PSG) e Thiago Silva (Chelsea);

Meio-campistas: Bruno Guimarães (Lyon), Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Gerson (Olympique de Marselha), Everton Ribeiro (Flamengo), Lucas Paquetá (Lyon) e Philippe Coutinho (Aston Villa);

Atacantes: Antony (Ajax), Vini Jr (Real Madrid), Rodrygo (Real Madrid), Gabriel Jesus (Manchester City), Matheus Cunha (Atlético de Madrid), Raphinha (Leeds) e Gabriel Barbosa (Flamengo).

Repercussões

A lista causou grande repercussão nas redes sociais, como de costume. Os nomes de Coutinho, Gerson, Daniel Alves e Everton Ribeiro não foram muito bem aceitos pela imprensa e pelos torcedores da seleção. As ausências de Gabriel Martinelli, eleito o melhor jogador da Premier League em dezembro, de Raphael Veiga, campeão da Libertadores com o Palmeiras, e de Guilherme Arana, campeão do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil pelo Atlético MG, além do título olímpico pela seleção, também geraram polêmica. Claudinho também foi citado por alguns internautas.

VAVEL Logo