Pombo faz Brasil voar! Richarlison marca três contra Alemanha na estreia de Tokyo 2020
Brasil 4 a 2 Alemanha (Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação)

Das aves mais comuns em cidades brasileiras, pombos costumam passar despercebidos no país. Nos Jogos Olímpicos Tokyo 2020, entretanto, o Pombo foi decisivo para que o Brasil goleasse a Alemanha na estreia do Grupo D do futebol masculino: 4 a 2. Richarlison marcou três gols no Nissan Stadium e foi decisivo para a vitória. 

No 4-2-3-1 de André Jardine, o Brasil teve vantagem em todas as estatísticas: 52% da posse de bola, vinte e quatro chutes a gol (contra sete dos adversários) - sendo treze certas. No 4-3-3 de Stefan Kuntz, os alemães acertaram quatro finalizações.

Pombo em alta

O começo da Seleção Brasileira foi avassalador. Richarlison acionou Matheus Cunha no lado esquerdo e ele finalizou em cima de Florian Muller aos quatro minutos. Aos seis, o primeiro: Antony acionou o Pombo na área e ele finaliza duas vezes para inaugurar o marcador. Aos catorze minutos, Richarlison e Claudinho não conseguiram aproveitar as chances criadas após erro de Amos Pieper; quatro minutos depois, Matheus Cunha gingou na frente de Felix Uduokhai e chutou em cima do goleiro. Richarlison marcou o segundo aos 21, após receber cruzamento de Guilherme Arana. 

A Seleção Alemã foi chegar apenas aos 24 minutos. Nadiem Amiri fintou Daniel Alves e chutou para boa defesa de Santos. O terceiro brasileiro (e de Richarlison) chegou aos 29: ao receber passe de Matheus Cunha no lado esquerdo, ele converteu. Com 45, Daniel Alves colocou bola na área e Matheus Cunha cabeceou no braço de Benjamin Henrichs. A Seleção Olímpica Brasileira desperdiçou: Matheus Cunha cobrou na direita e Muller foi buscar, impedindo o quarto tento sofrido pelo Time Alemanha. Com 48, após linda assistência de Bruno Guimarães, Matheus Cunha chutou à direita da Seleção Olímpica Alemã, com muito perigo.

O começo do segundo tempo segui com o Time Brasil melhor. Antony, aos cinco minutos, perdeu boa chance após passe de calcanhar de Matheus Cunha - ele mesmo, aos seis, chutou forte da grande área e Muller defendeu bem; e, aos oito cruzou para Claudinho obrigar o goleiro alemão a fazer nova boa defesa. O castigo veio aos onze: Marco Richter chutou da direita, a bola explodiu em Nino e sobrou para Amiri vencer Santos. Dois minutos depois, Nino, Diego Carlos e Antony foram incapazes de empurrar a bola para a rede após cruzamento de Claudinho. Com dezessete, por falta em Daniel Alves, Maximilian Arnold foi expulso de campo. Aos 26, Antony chutou muito alto de fora da área; com 29, Matheus Cunha deu de calcanhar para Bruno Guimarães chutar nas mãos de Miller. Aos 38 minutos, o susto: escorando cruzamento de Jordan Torunarigha da esquerda, Ragnar Ache cabeceou e fez o segundo tento alemão. Com 42, Douglas Luiz chutou muito alto; com 47, Matheus Cunha fez o mesmo. O gol do desafogo veio aos 48: no comando do ataque, Paulinho trouxe para a perna direita e chutou forte para marcar o quarto.

Próximos jogos

Na segunda rodada do Grupo D do futebol masculino dos Jogos Olímpicos Tokyo 2020, o Brasil enfrenta a Costa do Marfim às 05h30 (Horário de Brasília), enquanto a Alemanha joga contra a Arábia Saudita às 08h. As duas pelejas acontecem no próximo domingo (25).

VAVEL Logo