Diante do Altos, Sport tenta afastar fantasma das primeiras fases da Copa do Brasil
Créditos: Victor Souza/Tombense

Na noite desta quarta-feira (2), o Sport entra em campo pela primeira fase da Copa do Brasil 2022, diante do Altos, às 21h30, no Estádio Municipal Felipe Raulino, em Altos/PI. O Leão tenta espantar o fantasma do primeiro jogo na competição contra do adversário regional.

Nas últimas três edições da competição, o Leão caiu na primeira fase nas três situações. Desde 2008, quando a equipe pernambucana foi a campeã da Copa do Brasil, as oitavas de final foi a fase mais distante que o rubro-negro conseguiu alcançar. 

Confira as campanhas do Sport desde 2010, a primeira edição após conquistar a competição. Detalhe é que o Leão não disputou em 2009, devido ao regulamento que possibilitava ao clube classificado à Libertadores disputar apenas um dos torneios;

2010 - Oitavas de final

Na primeira fase, o Sport venceu o Brasília por 4 a 2, fora de casa e avançou. Na fase seguinte, empatou com o Paraná e venceu o segundo jogo por 1 a 0. Nas oitavas, o Leão caiu para o Atlético-MG. Perdeu os dois jogos. O primeiro por 1 a 0 e o segundo por 2 a 0.

2011 - Primeira fase

A primeira queda na primeira fase após o título de 2008 aconteceu em 2011, quando o Sport encarou o Sampaio Corrêa e empatou as duas partidas: 0 a 0 e 2 a 2. O gol fora de casa deu a vaga para a Bolívia Querida.

2012 - Segunda fase

O Leão não teve dificuldades na primeira partida da edição de 2013. Foi até o Piauí e venceu o 4 de Julho por 2 a 0. Por regra, o time que venceu a primeira partida fora de casa por dois ou mais gols de diferença, já estaria classificado para a fase seguinte. 

O problema maior para o Sport estava por vir. O Paysandu: O Leão perdeu as duas partidas para o Papão. No primeiro duelo, derrota por 2 a 1 em Belém. Na volta, goleada histórica por 4 a 1 e com show do Yago Pikachu.

2013 - Segunda fase

Em 2013, a mesma campanha do ano anterior. O Sport passou fácil pelo Vitória da Conquista. Vitória nos dois jogos: 1 a 0 na Ilha do Retiro e 2 a 0 na Bahia.

Na fase seguinte, outro vexame rubro-negro. O Sport encarou o ABC e perdeu as duas partidas. 2 a 0 no primeiro confronto e 3 a 2 no segundo, um agregado de 5 a 2 diante do time potiguar.

2014 - Segunda fase

Replay de 2012? Não. Mas o vexame foi o mesmo. No primeiro confronto da competição, o Leão venceu o Brasília por 3 a 1 e se classificou sem precisar do jogo da volta. 

Na segunda fase, o time rubro-negro encarou o Paysandu, que tinham eliminado o próprio Sport dois anos atrás. O confronto foi mais equilibrado, mas a classificação foi do time paraense. 2 a 1 no primeiro jogo para o Papão e 3 a 2 para o Leão na partida da volta. O Paysandu garantiu vaga pelo gol fora de casa.

2015 - Terceira fase

Após quatro anos seguidos caindo nas duas primeiras fases da competição, o Sport fez diferente em 2015 e conseguiu chegar na terceira fase.

Na primeira fase, vitórias por 4 a 1 e 2 a 1, diante do CENE, do Mato Grosso do Sul. Na segunda fase, um duelo emocionante contra a Chapecoense. Após derrota por 2 a 0 em Chapecó no primeiro jogo, o Sport venceu na Ilha do Retiro por 2 a 0 e levou a classificação nos pênaltis (4 a 2).

Na terceira fase, o Sport fez outro bom duelo, só que caiu para o Santos por 4 a 3 no agregado. No jogo um, o Leão da Ilha venceu por 2 a 1, mas não conseguiu segurar o resultado em São Paulo e foi derrotado por 3 a 1. O time paulista foi até a final da competição e perdeu o título nos pênaltis para o Palmeiras.

2016 - Primeira fase

Depois de um ano que o clube avançou algumas fases, em 2016, o Sport voltou a passar vergonha na competição. O adversário foi a Aparecidense, que venceu tanto na Ilha, quanto em Goiás e passou com um placar agregado de 4 a 1, sendo 2 a 0 e 2 a 1.

2017 - Oitavas

Com bons jogadores e liderados por Diego Souza e Magrão, 2017 foi o melhor ano do Sport na Copa do Brasil desde 2008, quando foi campeão. Na primeira fase, goleada contra o CSA em Alagoas por 4 a 1 e vaga garantida com tranquilidade. Na fase seguinte, vitória contra o Sete de Dourados, do Mato Grosso do Sul por 3 a 0 na Ilha do Retiro.

Diante do Boavista, do Rio de Janeiro, o Sport também não teve dificuldades. Vitória por 3 a 0 na Ilha e por 1 a 0 no Rio. Na quarta fase, o primeiro confronto emocionante. Após vencer o Joinville na capital pernambucana por 2 a 1, o Leão perdeu em Santa Catarina pelo mesmo placar e só garantiu a vaga nos pênaltis, onde venceu por 4 a 3.

O Sport voltava a disputar as oitavas da Copa do Brasil pela primeira vez desde 2008, quase 10 anos depois. O adversário foi o Botafogo. No primeiro jogo, derrota por 2 a 1 no Rio de Janeiro, onde fez uma grande partida, abriu o placar, mas tomou a virada com dois gols do Guilherme, que depois jogaria no Leão durante a Série B de 2019.

Créditos: Reprodução/Botafogo.
Divulgação/Botafogo

No jogo da volta, o Vanderlei Luxemburgo fazia sua estreia no comando do rubro-negro. O Botafogo abriu o placar e o Sport empatou. O jogo ganhou muito drama após o time recifense passar a perder muitos gols. No final, 1 a 1 e vaga garantida pelo Botafogo.

2018 - Segunda fase

Ano em que o Sport voltou a decepcionar os torcedores. Na primeira fase, vitória apertada contra o Santos do Amapá por 2 a 1. Na segunda fase, encarou o Ferroviário do Ceará. No confronto, um roteiro eletrizante. O Leão abriu 3 a 0 e encaminhava a vaga para a fase seguinte. Mas, o time cearense conseguiu empatar a partida e levou a decisão para os pênaltis, onde venceu por 4 a 3.

2019 - Primeira fase

A partir de 2019, o Sport passou a cair todos os anos na primeira fase. A CBF já tinha mudado o regulamento em que os clubes visitantes jogavam pelo empate para garanti classificação. Diante disso, o Sport não conseguiu aproveitar as regras da competição e foi goleado pelo Tombense de Minas Gerais por 3 a 0.

2020 - Primeira fase

Outro vexame. Dessa vez, contra o Brusque. Atual campeão da Série D em 2019, o time catarinense disputava sua quinta Copa do Brasil na história. Mais uma vez o Leão conseguiu nem o empate e foi derrotado por 2 a 1 no Estádio Augusto Bauer.

2021 - Primeira fase

O confronto contra a Juazeirense da Bahia foi marcado por polêmicas. Além do resultado ruim contra os baianos, onde o Sport perdia por 3 a 2 no fim do jogo, os refletores do estádio Adauto Moraes apagaram duas vezes. A primeira, aos 50 minutos do segundo tempo, onde a partida ficou 25 minutos parada. A bola voltou a rolar, mas por pouco tempo. As luzes dos refletores voltaram a dar problema ao jogo e dessa vez, por 1h15.

O problema gerou confusão e revolta entre a comissão técnica e os jogadores do Sport, que bateram boca com representantes da Juazeirense e os torcedores do time baiano que estavam nos telhados das casas próximas ao estádio. Com toda revolta, os atletas do Sport se recusaram a entrar em campo e o árbitro Ramon Abatti Abel encerrou a partida sem ser totalmente disputada e que gerou a eliminação do Leão.

Situação atual

O Sport estreia na Copa do Brasil 2022 nesta quarta-feira. O Leão não faz boa temporada, no qual, está em quarto lugar no Grupo A da Copa do Nordeste e em quinto no Campeonato Pernambucano. O técnico paraguaio Gustavo Florentín está balançando no cargo rubro-negro. Atualmente, o time leonino não vence há seis jogos, com cinco empates e uma derrota.

Altos e Sport se enfrentaram no último domingo, em partida válida pelo Nordestão. O jogo terminou em 0 a 0, mas deixou os torcedores do Leão bem preocupados com uma atuação bem abaixo da expectativa.

VAVEL Logo