Figueirense goleia Avaí, garante vaga no mata-mata do Catarinense e complica rival
Foto: Patrick Floriani/Figueirense FC

No segundo clássico do ano, mais uma vez o Figueirense prevaleceu e, neste sábado (26), goleou o Avaí por 4 a 1 em jogo atrasado da oitava rodada do Campeonato Catarinense 2022. Oberdan, Jhon Cley, Cortez (contra) e Clayton marcaram para o Furacão, enquanto Muriqui fez o do Leão.

O Figueirense havia vencido o clássico que abriu a temporada do futebol em Santa Catarina: 3 a 1, na Ressacada, pela Recopa Catarinense. Desta vez, foi além.

Figueira começa elétrico e larga na frente

A etapa inicial teve algumas pequenas confusões e também entradas duras, mas Figueirense começou o jogo muito mais intenso e preciso, enquanto o Avaí demorou para se encontrar e foi sufocado nos minutos iniciais. Logo no primeiro minuto, Jhon Cley pegou rebote após dividida dentro da área e chutou forte, mas Douglas pegou em dois tempos.

Não demorou muito para o primeiro gol alvinegro sair. Aos 11, Gustavo Henrique recebeu nas costas da defesa do Avaí e soltou para Kauê, que tocou para a entrada da área e encontrou Oberdan, que encheu o pé e fez 1 a 0. Este foi o quarto dele no ano, o terceiro contra o Leão.

Após o gol, o Avaí passou a ter mais posse de bola - terminou com 64% o primeiro tempo -, mas o time demorou para conseguir conectar passes no campo de ataque e seguiu vulnerável na defesa. Em uma bola parada, o segundo gol saiu. Muriel cobrou falta lateral pela direita e encontrou Jhon Cley,, que cabeceou forte e fez 2 a 0 para o Figueirense.

O Figueirense seguiu em sua estratégia e se mostrava perigoso em transição, mas o Avaí conseguiu voltar para o jogo. Aos 38, após cobrança de escanteio de Cortez na área, Rodolfo Castro saiu mal e a bola sobrou para Muriqui, que encheu o pé e fez 2 a 1. Na reta final da primeira etapa, o Leão rondou a área, porém sem conseguir criar perigo para o goleiro.

Goleada construída

Para a segunda etapa, Eduardo Barroca trocou Lourenço, que jogou aberto no ataque, por Rômulo, que pouco tocou na bola. O Avaí voltou tentando tomar a iniciativa e foi bem por alguns minutos, mas o panorama não se manteve.

Aos poucos, o Figueirense retomou o controle da partida e, aproveitando os espaços cedidos pelo Leão, principalmente pelas laterais, foi criando chances. Muriel foi arma constante pelo lado direito e criou boas chances. Aos 16, ele cobrou falta lateral e Gustavo Henrique e tocou de cabeça, mas parou em defesaça de Douglas.

Júnior Rocha usou o banco para oxigenar o Figueirense, que ampliou aos 21. Gustavo Henrique escapou pela esquerda, invadiu a área e tocou para o meio da área. Bruno Cortez tentou tirar, mas chutou para dentro do próprio gol: 3 a 1.

Depois disso, o Avaí se perdeu, e o Figueirense teve várias chances para ampliar. Aos 38, em mais uma cobrança de falta lateral de Muriel, Maurício cabeceou bem e parou no travessão. Já nos acréscimos, Oberdan apareceu bem pela direita e cruzou para Clayton, que, livre, mandou para o fundo do gol: 4 a 1. 

No fim, Luis Fernando e Arthur Chaves, um de cada lado, foram expulsos após uma confusão, mas nada que alterasse o placar e evitasse a festa alvinegra no Scarpelli.

Marca

Esta foi a primeira vez desde 2013 que algum dos times marcou quatro gols no clássico - naquela oportunidade, goleada de 4 a 0 para o Figueirense pela Série B, na Ressacada. 

Classificação e próximos compromissos

Com a vitória, o Figueirense garante a vaga no mata-mata: está com 14 pontos, em sexto lugar. Já o Avaí está na antepenúltima colocação, com nove, e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento caso o Joinville vença o Brusque.

A última rodada da primeira fase do Catarinense acontece no sábado (5), às 16h30. O Figueirense joga fora de casa contra o Brusque, enquanto o Avaí recebe o Hercílio Luz.

VAVEL Logo