Vasco vence duelo dramático contra Ituano e assegura retorno à Série A
Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Alívio para a torcida do Gigante da Colina! Com muito drama, o Vasco bateu o Ituano por 1 a 0 em duelo direto na rodada final da Série B 2022 e garantiu o retorno à elite do futebol brasileiro após dois anos. O gol de Nenê, de pênalti, logo no início do jogo, decidiu a partida no estádio Novelli Júnior, em Itu/SP, neste domingo (6).

Gol relâmpago e expulsão marcam primeiro tempo

O início de um duelo tenso começou com um grande plot twist. Logo aos 2, após desvio de Figueiredo, Raniel dividiu forte com o goleiro e bola sobrou para Gabriel Pec, que chutou na direção do gol. Lucas Dias, porém, salvou o gol do Vasco com a mão. O árbitro marcou pênalti e ainda expulsou o zagueiro rubro-negro. Na cobrança, Nenê abriu o placar no interior paulista.

Mesmo com um a menos, o Ituano, que buscava um acesso inédito, esteve mais presente no campo de ataque na primeira etapa. O time de Carlos Pimentel explorou principalmente as laterais, com Raí Ramos e Roberto, finalizou o mesmo número de vezes que o Vasco - seis - e equilibrou a posse de bola, enquanto o Cruzmaltino se mostrou intranquilo e errático.

Ainda assim, o Vasco teve chances, especialmente na bola parada. Aos 16, em cobrança de falta de Nenê, que parou no goleiro, e em cabeçada de Danilo Boza no minuto seguinte, os visitantes assustaram.

Por pouco, o Ituano não empatou aos 26. Roberto cruzou com precisão para Aylon, que cabeceou bonito, mas parou em milagre de Thiago Rodrigues. A partir dos 30, após uma paralisação no jogo após uma bolada em Nenê, o Vasco conseguiu se estabilizar e deu menos espaços ao Galo. O time da casa só voltou a ameaçar aos 41, quando Raí Ramos cruzou da direita e Léo Ceará raspou de cabeça, mas mandou sobre o gol, raspando o travessão. Já nos acréscimos, os cariocas chegaram a ampliar com Raniel, em gol que foi anulado por claro impedimento.

Vasco segura pressão e carimba o acesso

A segunda etapa começou mais aberta, com chances ótimas para as duas equipes. Aos 6, Gabriel Pec arrancou em contra-ataque pelo meio, soltou para Luiz Henrique e saiu na cara do gol para finalizar, mas parou em defesa inacreditável de Jefferson Paulino, que apareceu outra vez no minuto seguinte para defender chute de Nenê.

Já aos 9, foi a vez do Ituano assustar. Gabriel Barros ficou com a bola de frente para o gol após chute despretensioso de longe e tocou no canto, mas Thiago Rodrigues salvou de forma incrível. Pouco depois, aos 11, Andrey Santos deixou o pé na canela de Aylon e recebeu vermelho direto, deixando o Vasco também com dez jogadores.

A partir daí, o Vasco, que já estava mais recuado, se retraiu ainda mais. Jorginho fez mudanças para recompor o sistema defensivo, enquanto o Ituano tinha presença no ataque e posse de bola, apesar de poucas oportunidades limpas e claras.

Com muitos cruzamentos, o Ituano foi para o abafa, com alterações bastante ofensivas. Aos 32, após boa bola levantada por Vinícius Jaú, Mário Sérgio apareceu para cabecear, mandando muito perto do gol. A pressão continuou até o fim, o Galo foi valente, mas não conseguiu, mesmo com sete minutos de acréscimos, evitar a derrota e o acesso do Gigante da Colina.

Classificação final

Com 62 pontos, o Vasco termina a Série B na quarta colocação. Já o Ituano, que teve a melhor campanha do returno da Segundona, fica com o sétimo lugar, com 57.

VAVEL Logo