Argentina atropela favorita Alemanha e vai à final do hóquei

Os argentinos aplicaram uma goleada nos alemães, e estão cada vez mais fortes em busca do sonhado ouro olímpico.

Argentina atropela favorita Alemanha e vai à final do hóquei
Foto: Divulgação / twitter / ARG Field Hockey
Argentina
5 2
Alemanha
Argentina: JUAN VIVALDI; GINZALO PEILLAT, JUAN GILARDI, PEDRO IBARRA; IGNACIO ORTIZ, MATIAS REY, MANUEL BRUNET, LUCAS ROSSI; FACUNDO CALLIONI, MATIAS PAREDES, LUCAS VILA. TÉCNICO: CARLOS RETEGUI.
Alemanha: NICOLAS JACOBI; MATHIAS MULLER, LINUS BUTT, MARTIN HANER, MORITZ FURSTE; CHRISTOPHER WESLEY, TOBIAS HAUKE, TIMUR ORUZ; CHRISTOPHER RUHR, MATS GRAMBUSCH, FLORIAN FUCHS. TÉCNICO: VALENTIN ALTENBURG.
Placar: 1-0, MIN. 8, GONZALO PEILLAT. 2-0, MIN. 11, GONZALO PEILLAT. 3-0, MIN. 27, GONZALO PEILLAT. 4-0, MIN. 35, JOAQUIN MENINI. 5-0, MIN. 46, LUCAS VILA. 5-1, MIN. 50, MORITZ FURSTE. 5-2, MIN. 57, CHRISTOPHER RUHR.
ÁRBITRO: MARCIN GROCHAL. CARTÃO VERDE: MARTIN ZWICKER (MIN. 44, 3TH).
INCIDENCIAS: PARTIDA DA SEMIFINAL DO HÓQUEI SOBRE GRAMA MASCULINO, NAS OLIMPÍADAS RIO 2016. JOGO REALIZADO ÀS 17H.

A Argentina enfrentou a Alemanha nesta terça-feira (16), pela semifinal do hóquei sobre grama masculino, na Rio 2016. E mesmo não sendo os favoritos, Los Leones, como são chamados, passaram por cima da forte seleção alemã com um placar elástico. Os Argentinos venceram o jogo por 5 a 2, e agora disputam o ouro com a Bélgica. Gonzalo Peillat foi o destaque da partida.

Nos jogos preliminares, Argentina e Alemanha fizeram parte do Grupo B. Os argentinos terminaram em terceiro lugar, os alemães em primeiro. Nas quartas de finais, Los Leones derrotaram a Espanha, e a Alemanha eliminou a Nova Zelândia.

Neste embate intenso, marcado por sete gols, quem saiu na frente foi a Argentina. Aos 8 minutos do primeiro período, Gonzalo Peillat marcou o primeiro gol, após uma cobrança de córner curto, que originou o arremesso perfeito do argentino.

Pouco tempo depois, na marca dos 11 minutos Gonzalo Peillat aumentou o placar. Como em um replay do primeiro tento, Gonzalo arremessou com força após cobrança de penalty córner, e não deu chances de defesa para o goleiro alemão.

No segundo período, a Argentina continuava empolgada e o jogador Gonzalo Peilatt parecia endiabrado. Foi dele o terceiro gol argentino no finalzinho do lapso, aos 27 minutos. Com o mesmo enredo dos dois primeiros pontos, 3 a 0 Argentina.

A Alemanha parecia sem força para reagir, apenas se defendia e não conseguia evoluir nas suas jogadas. A Argentina tomou todo o controle da partida e não pensou em tirar o pé do freio nem com 3 gols de vantagem.

Com 35 minutos, a Argentina esticou o placar. Dessa vez Joaquin Menini foi quem furou a defesa alemã e fez o quarto gol.

Na quarta etapa, os argentinos criaram um cenário de terror para a torcida alemã. Com 46 minutos apareceu o quinto gol, o ponto que fecharia o caixão alemão. Lucas Vila arremessou com força e marcou um lindo gol para a até então já classificada, Argentina.

Quando a seleção alemã já parecia batida e que estava aceitando o placar, o juiz do jogo marcou um penalty córner. Foi então que Moritz Furste, que vinha sendo o destaque masculino no hóquei até agora, diminuiu para a Alemanha aos 50 minutos.

A partida ainda reservou um tempo para os alemães fazerem o segundo gol, e diminuírem a histórica goleada. Christopher Ruhr aos 57 minutos jogou com força para dentro do gol argentino.

Mesmo com os dois sustos ao final do jogo, a Argentina não perdeu a classificação para a grande final. A Alemanha disputa o bronze com a Holanda, na quinta-feira (18), às 12h. Já a partida que dará o ouro olímpico para a Argentina, ou para a Bélgica, será às 17h, também no mesmo dia.