Morten Soubak, sobre título do Mundial de Handebol: "Estamos mais orgulhosos que contentes"
Morten Soubak comemora com Samira após o apito final e a conquista consolidada do Mundial de Handebol (Foto: Reprodução/EFE)

Histórico, épico, sensacional. Esses adjetivos certamente foram usados pela mídia brasileira neste domingo (22) após a conquista inédita da seleção brasileira feminina de handebol em cima da Sérvia, na decisão do Mundial da modalidade. Também foram comentados entre as jogadoras e pelo técnico dinamarquês Morten Soubak, que definiu como grande passo para o esporte no país.

LEIA MAIS: Brasil não se intimida, vence Sérvia e é campeão do Mundial de Handebol

Confira como foi o tempo real entre Brasil 22 x 20 Sérvia

"Este é outro grande passo para o handebol brasileiro, provavelmente o maior até agora. Estamos orgulhosos, também muito contentes, mas realmente mais orgulhosos que contentes", exaltou o treinador, desde 2009 comandando a seleção.

Soubak também falou sobre a pressão que o Brasil enfrentou na Kombank Arena, em Belgrado (SER), já que as sérvias eram as donas da casa e tinham a torcida toda à favor. "Jogamos em um ginásio fantástico, e embora fosse possível ouvir apenas alguns tímidos aplausos de apoio ao Brasil, a equipe foi capaz de conduzir muito bem a situação", engrandeceu.

Escolhida melhor jogadora do Mundial (também de forma inédita), a meia Duda comemorou. "Estou orgulhosa de fazer parte deste time. Tínhamos este sonho desde o início do torneio, e passo a passo fomos crescendo como equipe, porque acreditávamos que éramos capazes de brigar pelas medalhas, mas não ficar com o ouro", disse a atleta. O país também tem a melhor jogadora do mundo, Alexandra Nascimento, titular por toda a campanha.

VAVEL Logo