New York Rangers vence Pittsburgh Penguins e se classifica para a final da conferência leste
Os Rangers espera o vencedor do jogo sete entre Bruins e Canadiens (Foto: Divulgação/NHL)

Nessa terça-feira (13), o New York Rangers selou a sua passagem para a decisão do lado leste, o time de New York venceu o Pittsburgh Penguins por 2 a 1, jogando na Consol Energy Arena, na Pensilvânia. O time está agora no aguardo do vencedor do jogo sete da série entre Boston Bruins e Montreal Canadiens, que ocorre na quarta-feira (14).

O primeiro período foi equilibrado, os dois times criaram ótimas chances, e em umas dessas chances o placar foi aberto, o time do Penguins teve a chance de puxar um contra-ataque com Dominic Moore e Derek Dorsett, Moore chutou e no rebote Brian Boyle disparou para o gol e marcou o primeiro dos Rangers na partida, aos 05:25. O Penguins continuou em cima, após roubar o puck na área ofensiva, o ala direito James Neal fez belo lance individual, mas não conseguiu bater o goleiro Henrik Lundqvist. O ala direito do New York Rangers, Martin St Louis também tentou marcar o seu gol, após receber o puck, o jogador já emendou com um belo chute, mas o goleiro conseguiu segurar.

Na segunda parte de jogo foi mais pegado, começou com uma bela chance dos Rangers, na qual o disco bateu na trave, aos quatro minutos Olli Maatta chutou a gol, o goleiro deu rebote e Jussi Jokinen marcou o gol de empate do Penguins, aos sete minutos veio a sequência mais insana do jogo, Dan Girardi recebeu o puck sozinha na frente de Marc Fleury e disparou o disco em cima do goleiro, no contra-ataque puxado por Brandon Sutter o jogador lançou o disco na trave direita dos Rangers. O time do Penguins cometeu uma falta e ficou com um jogador a menos no gelo, e logo na sequência após pegar rebote do chute de St Louis, Brad Richards marcou o gol da virada do Rangers, ainda na segunda etapa, no final, James Neal obrigou Lundqvist a fazer grande defesa.

Logo no começo do terceiro período, Robert Bortuzzo teve uma grande chance, mas o inspirado Lundqvist fez a defesa, o Rangers também teve a chance de aumentar sua vantagem em uma lambança dos Penguins, Fleury e Maatta se embolaram com o puck dentro da área azul do goleiro e St Louis chegou mandando o puck, mas o goleiro conseguiu fazer a defesa e também em um contra ataque puxado por Brian Boyle, o jogador, mesmo caído, passou o puck para Moore, que disparou em cima de Fleury. Em uma das últimas chances do jogo, James Neal chutou de dentro da área azul de Lundqvist, mas o goleiro do Rangers defendeu, no rebote Evgeni Malkin também tentou e de novo o goleiro defendeu, Kris Letang ficou com o novo rebote, disparou e Henrik Lundqvist fez a defesa, e por fim Paul Martin chutou e Lundqvist fez pela quarta vez seguida a defesa, conseguindo segurar o puck e forçando o faceoff. Após as quatro defesas incríveis de Lundqvist, não ocorreu mais muitos lances de perigo e assim acabou, 2 a 1 para o New York Rangers.

VAVEL Logo