Na prorrogação, Los Angeles Kings vence os Rangers e é campeão da Stanley Cup

Após perder o quarto jogo da final da Stanley Cup em Nova York, Los Angeles Kings conseguiu vencer o New York Rangers por 3 a 2 na prorrogação e é o mais novo campeão da Stanley Cup. Os Kings repetiram o feito da Stanley Cup de 2012, quando saíram campeões pela primeira vez.

Desde 1994 sem ganhar o principal título da NHL, os Rangers superaram os fantasmas dos rivais e alcançaram o desejado posto de disputar as finais da Stanley Cup após 20 anos.

Depois de 20 anos, os Rangers conquistaram o título da Conferência Leste (Foto: Getty Images)

O jogo começou com os Kings na frente, mas os Rangers reagiram

O primeiro gol da partida saiu com Justin Williams, aos 6 minutos da primeira etapa. O ponta-direita tocou para Willie Mitchell, que finalizou de monte longe. O goalie Ludqvist defendeu e deixou o disco escapar de seu domínio, possibilitando uma confusão em frente à área azul, onde Justin Williams foi mais esperto e marcou o primeiro gol.

Momento em que Justin Williams marcou o primeiro gol dos Kings (Foto: Bruce Bennett/Getty Images)

A outra grande chance dos Kings ampliarem o placar ainda na primeira etapa saiu com Drew Doughty. Tabelando com Gaborik e Kopitar, o defenceman finalizou de longe e assustou o time da Big Apple.

Os Rangers sofreram no início da segunda etapa, principalmente quando Stoll roubou o disco da defesa do time de Nova York e ficou cara-a-cara com Lundqvist, que fez uma belíssima defesa. O primeiro gol dos Rangers saiu no powerplay, com Chris Kreider. A defesa dos Kings marcava o ataque dos Rangers, que tinha Derek Stepan, Brad Richards e McDonagh tabelando. Após ficaram tabelando e tentando arranjar espaço, McDonagh achou Chris Kreider livre, que deu apenas um pequeno toque.

Chris Kreider deu apenas um pequeno toque e empatou o jogo em 1 a 1 (Foto: Andrew D. Bernstein/Getty Images)

Faltando apenas 30 segundos para acabar a segunda etapa, Brian Boyle fez um shorthanded goal, após vencer na corrida os jogadores da equipe californiana e driblar o canadense Drew Doughty.

No terceiro período, de volta no powerplay, a franquia californiana empatou o jogo com Gaborik, que marcou o 14º gol nos playoffs da Stanley Cup. O defenceman Drew Doughty, que estava realizando uma grande partida, finalizou de longe, e Gaborik aproveitou o rebote para igualar o placar em 2 a 2.

Gaborik empatando a partida (Foto: Christian Petersen/Getty Images)

Na prorrogação, o ponta-direita Rick Nash foi driblando a defesa adversária e finalizou. Mas no rebote, o americano Derek Stepan tentou chutar no ângulo, mas o disco não foi no destino que ele queria. O jogo continuou lá e cá, mas foram os Rangers que, mais uma vez, quase marcaram. Ryan McDonagh finalizou na lateral do ringue e o disco foi parar na trave. O goalie da seleção americana, Jonathan Quick, ficou apenas olhando.

A franquia californiana atacou e amedrontou os Rangers. Após receber de Alec Martinez, Tyler Toffoli virou e rapidamente chutou o disco no travessão. O sueco Lundqvist ficou apenas olhando o disco seguir em direção ao travessão. O primeiro tempo da prorrogação terminou sem gols, mas as melhores chances saíram do time visitante.

No segundo tempo da prorrogação, o time visitante desperdiçou uma grande oportunidade com Rick Nash. Com o gol de Quick livre, o canadense recebeu do americano Stepan e finalizou, mas o canadense não contou com Voynov, que botou o taco de hoquei na frente e desviou o disco.

O gol do título saiu do taco de Alec Martinez, que pegou o rebote da finalização do canadense Toffoli, que puxou um contra-ataque fatal. O americano marcou o seu quinto gol dos playoffs da Stanley Cup e marcou o gol de ouro dos Kings, já que de acordo com as regras, quem marcar primeiro na prorrogação é o campeão.

O ponta-direita Justin Williams foi eleito o MVP da Stanley Cup. O canadense conquistou o seu terceiro título da Stanley Cup. O primeiro título do atleta de 32 anos foi em 2006, quando jogava no Carolina Hurricanes. Já o segundo e o terceiro título, foram jogando pelo atual time.

Confira os melhores momentos do quinto jogo da final:

O grande momento em que os Kings receberam o famoso troféu da Stanley Cup:

Justin Williams recebendo o troféu Conn Smithe Trophy (MVP):

VAVEL Logo