Penguins conseguem o empate no terceiro período, porém Islanders vencem nos shootouts

Nesta sexta-feira (21), o Pittsburgh Penguins recebeu o New York Islanders no Consol Energy Center e foi derrotado nas penalidades, com um placar final de 5 a 4. Foi o primeiro jogo dos confrontos back-to-back (partidas disputadas em dois dias seguidos) entre os rivais. Os Pens perderam a invencibilidade nos shootouts na temporada, enquanto os Isles seguem invictos neste quesito.

Apesar da derrota, Pittsburgh (13-3-2) lidera a divisão Metropolitana com 28 pontos, seguido pela equipe de Long Island (13-6-0), que possui 26 pontos. As duas franquias se enfrentarão novamente amanhã, porém no Madison Square Garden, em Nova Iorque.

Foi o jogo de número 300 de Marc-Andre Fleury, porém o ídolo de Pittsburgh não conseguiu comemorar a marca como gostaria. Fez 31 defesas em 35 chutes, e não pode evitar que Okposo colocasse o puck nas redes, o que resultou na vitória nova-iorquina.

Abalados pela notícia do afastamento do Pascal Dupuis devido a um coágulo no pulmão, os torcedores de Pittsburgh foram ao CEC apoiar o time e dar apoio ao jogador canadense com placas erguidas durante o jogo. A ajuda pareceu eficiente no começo; um minuto após o início, os donos da casa abriram o placar com Sutter. Logo, os Islanders acordaram e marcaram três gols sem resposta. Matt Martin, Nokolay Kulemin e Ryan Strome colocaram seus nomes na lista de scorers. Ainda no fim do primeiro período, Blake Comeau diminuiu para os Pens.

Lee trabalhou muito bem o disco sob a marcação de Hornqvist ao lado do gol adversário e conseguiu deixar o puck com Strome, que apenas passou para trás e Nick Leddy aumentar a vantagem dos Isles com um slap shot. A esperança dos Penguins cresceu quando Malkin limpou a marcação e passou para Hornqvist chutar. Nick Spaling aproveitou o rebote e fez a sirene no estádio tocar.

O empate veio na última etapa com Patric Hornqvist, que em geral, teve boa atuação. Mais uma vez, Egveni Malkin teve grande participação, dessa vez, muito mais importante. O russo levou o puck de seu campo de defesa até a zona adversária e foi para a lateral do gelo até passar para Hornqvist acertar uma tacada forte no gol e deixar tudo igual.

O momento foi para os anfitriões, que pressionaram durante a prorrogação inteira. Letang teve boa oportunidade com 1 miuto e 45 segundos restantes, mas foi bloqueado.A decisão foi para o shootouts e Malkin desperdiçou a primeira oportunidade, colocando o puck para fora. Fleury parou Tavares com seu pad direito. Crosby mostrou sua eficiência em shootouts e colocou o disco nas redes. Nielsen esperou até o último momento para driblar o goalie e converter a penalidade. Sutter errou e Kyle Okposo fez o ponto decisivo. Fingiu que chutaria pela direita e Fleury acreditou. No entanto, o puck entrou pelo lado direito, com o goalie caído no gelo.

VAVEL Logo